O que é o colaborador em uma empresa?

O uso de termos para descrever as coisas vai muito além da semântica. Com o tempo, aquela palavra passa a ser carregada de novos significados, e por isso pode ser trocada, para renovar seu entendimento. Isto acontece com palavras de diferentes áreas, inclusive na organizacional. Pensando nisso, trouxemos hoje o tema do termo “colaborador”. Esta palavra vem substituindo os conceitos de funcionário e empregado. O que cada uma delas quer dizer? O que é ser, de fato, um colaborador? Leia este artigo e entenda.

Qual a diferença entre colaborador, funcionário, empregado e trabalhador?

Se olharmos superficialmente, as palavras colaborador, funcionário, empregado e trabalhador possuem o mesmo sentido, ou seja, descrevem a pessoa contratada por uma empresa ou outra pessoa para executar determinado serviço.Contudo, como mencionamos no começo, as palavras, com o tempo de uso, ganham o poder de carregar um significado mais profundo, o que diversas vezes pode ser algo negativo.

A língua não é estática: ela se transforma com o tempo, e por vezes esta transformação é feita intencionalmente, para conceder uma conotação mais positiva à palavra.

Antes de nos aprofundarmos no termo da vez, “colaborador”, vamos falar sobe os significados de suas antecessoras.

Empregado

Ao procurar o significado de empregado no dicionário, encontramos como definição: “pessoa que exerce funções em estabelecimento público ou particular”, “aquele que exerce qualquer, emprego”, sinônimo de funcionário, criado ou doméstico.

É uma palavra antiga, inclusive a usada na Consolidação as Leis Trabalhistas (CLT), lei também antiga, de 1943. Na CLT, o artigo 3º descreve o significado de empregado:

“Art. 3º – Considera-se empregado toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário.”

Este termo era, portanto, mais utilizado antigamente, e foi preservado apenas em documentos oficiais. No senso comum, o termo soa até como pejorativo, e por isso tem sido substituído na fala para referir-se ao profissional contratado por uma empresa.

Funcionário

De acordo com o dicionário, funcionário é:

  1. Aquele que exerce, desempenha funções.
  2. Aquele que tem ocupação permanente e retribuída; empregado.

A palavra funcionário pode também ser usada para se referir a um servidor público, ou seja, uma pessoa concursada.

veja também:
Descubra como trabalhar no Google Brasil

O uso do termo funcionário no meio organizacional hoje pode trazer também uma conotação negativa. Ela pode ser usada como sinônimo de alguém que se limita a cumprir o que lhe cabe, sem ir além, sem se desafiar. Ela pode ser interpretada como alguém que não se vê como parte de um time, que não veste a camisa da empresa, que não colabora com os outros e mantém-se na zona de conforto.

Trabalhador

Esta palavra é mais usada no meio industrial, usada como sinônimo de operário. Ela é mais usada em outras áreas que não de Recursos Humanos, como na saúde e segurança: “saúde do trabalhador”, “segurança do trabalhador”.

Significado de colaborador nas empresas

De todos os termos citados aqui para se referir ao profissional, o “colaborador” é o mais inovador e o mais almejado pelos líderes.

Colaborador, no dicionário, significa:

  1. que ou o que colabora ou que ajuda outrem em suas funções.
  2. que ou quem produz com outro(s) qualquer trabalho ou obra; coautor.

Como se pode notar, o significado é mais bonito: o colaborador é aquele coopera, é coautor do trabalho, e não alguém passivo ou simplesmente submisso. Colaborador ésinônimode cooperador, auxiliador, coadjuvante.

A origem da palavra colaboradorno meio organizacional deu-se nos anos 90, e desde então vem sendo cada vez mais aplicada na hora de referir-se ao profissional contratado pela empresa.

Mas qual é, de fato, a diferença entre trabalhador e colaborador? Ou de funcionário, empregado e colaborador? A grande questão é que a palavra empregada diz respeito a uma postura que se espera deste profissional.

Um líder pode dizer que tem colaboradores, mas isso não significa a prática é verdadeira. Da mesma forma, uma pessoa pode referir-se a si mesma como colaborador e não ter uma postura cooperativa dentro da empresa.

Pensar na etimologia da palavra colaborador é dizer o que se espera de um profissional. Diferencia-se, hoje, aquele indivíduo ou aquela equipe que internaliza os valores da empresa, que se enxerga como uma peça fundamental para que o trabalho flua, que busca um diferencial, que pensa “fora da caixa”, que tem “sentimento de dono”, que busca crescer e entende que seu crescimento profissional está atrelado ao crescimento da empresa.

veja também:
Autoconfiança: importância no trabalho e 10 dicas para desenvolvê-la

Percebe quanto significado existe por trás do que parece ser uma simples palavra?

Como ser um colaborador?

Agora que você entendeu a diferença entre funcionário, empregado, trabalhador e colaborador, o que fazer para se tornar de fato um colaborador na organização na qual trabalha?

Especialistas na área de Recursos Humanos explicam que o que se espera de um colaborador é um profissional responsável e comprometido. Alguém com iniciativa, que não faz algo apenas por fazer. Ser um colaborador é antecipar o problema e pensar em formas de enfrentá-lo, é estar um passo à frente. É buscar crescimento profissional e não ficar de braços cruzados esperando que alguém lhe diga o que ou como fazer.

O trabalho, nesta geração em que vivemos, não é mais uma mera forma de sustento. Ele é uma forma de auto realização. A postura de um colaborador traz além do sucesso da empresa, um sentimento de crescimento profissional, de que realmente está deixando sua marca na organização e que é parte de seu sucesso. Aliás, o sucesso da empresa é o sucesso do colaborador.

Seja um colaborador

Neste texto, você pode conhecer os significados de empregado, funcionário, trabalhador e colaborador. Apresentamos também as formas de uso destas palavras e explicamos que ser um colaborador é algo a ser conquistado. Explicamos o comportamento que define um colaborador, para que o profissional possa colocar em prática no dia a dia.