Vai fazer o Enem? Aprenda tudo sobre como começar sua redação

Conquistar uma boa nota no Enem é, para muitos, um passaporte de entrada para a faculdade. E para conseguir a boa posição, é indispensável ter um ótimo desempenho na redação. Segundo o professor Rodrigo Sales, um dos corretores das redações do Enem, uma das maiores dificuldades dos candidatos é começar seu texto. Por isso, para ajudá-lo a já começar a se preparar para o Enem 2019, trouxemos neste artigo dicas valiosas sobre como começar uma redação. Acompanhe a leitura e conquiste um bom desempenho em sua redação para o próximo Enem.

Aqui, você vai ler sobre:

  1. Como se preparar para a redação do Enem;
  2. O que o Enem espera da redação;
  3. O que é avaliado na redação do Enem;
  4. Como começar sua redação;
  5. Como fazer a introdução;
  6. Dicas bônus;

Confira!

1. Como se preparar para a redação do Enem

Como você já deve saber, não adianta deixar para se preparar para a redação de última hora e acreditar que terá um desempenho nota mil. Para se tornar alguém com boas habilidades na escrita, é indispensável manter hábitos de leitura e praticar a redação. Quanto mais se lê, mais bagagem haverá para a escrita.

Além de se manter praticando a escrita, é fundamental também buscar aprimoramento de seus conhecimentos sobre o uso formal da língua portuguesa.

Outro ponto crucial para ter conteúdo para sua redação será manter-se em dia com temas da atualidade. Parte de saber escrever é ter conteúdo, e no Enem este conhecimento é um dos pilares que constroem a nota final de sua redação.

Qualquer redação deve conter basicamente três partes: a introdução, o desenvolvimento e a conclusão. A grande importância da introdução é que ela servirá de alicerce para desenvolver todo o texto. Por isso algumas pessoas têm mais dificuldade para começar. Após este passo, o desenrolar do trabalho ocorre de forma muito mais fluída. Mais adiante, falaremos mais profundamente sobre como construir sua introdução.

2. O que o Enem espera da redação

Neste artigo, falamos não apenas de como começar uma redação, mas mais especificamente como começar uma redação do Enem. A diferença é que esta avaliação tem como característica trazer temas sociais atuais.

Por isso, na redação, o candidato será avaliado também por seu olhar social para o problema proposto. É importante ter um pensamento crítico em relação à defesa dos direitos humanos. Argumentar contra tal tema certamente garantirá uma reprovação.

Outros pontos avaliados, estes comuns a qualquer redação que se preze, são a capacidade de organizar ideias e saber usar a língua portuguesa. Isto não significa que você deva usar um vocabulário rebuscado, foque em usar o que domina. Neste caso, se aplica a regra do “menos é mais”.

A criatividade também é bem-vinda na redação do Enem, mas evite o uso de gírias e, obviamente, não utilize abreviações. Desenhos, gráficos, palavrões anularão sua nota.

3. O que é avaliado na redação do Enem

Segundo orientações do MEC de 2018, cinco competências são avaliadas na redação:

  • Domínio da escrita formal da língua portuguesa;
  • Compreensão da proposta de redação e aplicabilidade de conceitos de diferentes áreas de conhecimento;
  • Seleção, organização e interpretação de informações e uso de argumentação para defender seu ponto de vista;
  • Uso de mecanismos linguísticos para construir uma argumentação;
  • Elaboração de proposta de intervenção para o problema apresentado, respeitando os direitos humanos.
veja também:
Conheça os assuntos que mais caem na prova do Enem

Por isso, ao se preparar treinando a redação, leve em conta todos estes aspectos. É possível encontrar na internet algumas redações que foram dignas de nota máxima nos últimos anos, o que pode servir de exemplo para seus treinos.

4. Como começar sua redação

Agora que você já sabe o que é esperado da redação do candidato, vamos à elaboração do texto. Como começar a redação? Parece uma pergunta simples, mas iniciar a escrever seu texto envolve uma série de passos importantes.

Antes de qualquer coisa, é preciso identificar o que exatamente está sendo pedido. Por isso, leia o enunciado e o tema diversas vezes, quantas forem preciso. Não se desespere com o tempo, pois precipitar-se e desviar do tema proposto culminará em reprovação.

Com o tema claro em sua cabeça, faça uma reflexão crítica sobre o problema apresentado. Qual é seu posicionamento? Ter clareza sobre isso facilitará a construção do texto.

Agora, é hora de planejar o que irá escrever. Para isso, uma técnica interessante é o brainstorming (tempestade de ideias): utilize o espaço de rascunho para colocar palavras-chave que remetam ao conteúdo que você irá desenvolver na redação.

Pronto, agora você já tem em mãos o conteúdo que será desenvolvido em todo seu texto. Se você desejar, é possível escrever um título. Este elemento é opcional na redação do Enem, mas caso deseje fazer um, ele pode ser escrito por último, após toda a redação estar pronta.

5. Como fazer a introdução

Como dissemos anteriormente, uma redação tem três partes: a introdução, o desenvolvimento e a conclusão. A introdução é feita no primeiro parágrafo de sua redação, e ela deve apresentar brevemente uma visão geral sobre o tema e apresentar os motivos pelos quais a discussão proposta é importante. Seu objetivo é atrair a atenção do leitor para que ele se sinta interessado em seguir a leitura.

Alguns elementos interessantes podem ser usados nesta parte do texto. É possível, por exemplo, iniciar a introdução com dados estatísticos exatos (desde que você tenha certeza deles) ou aproximados. Veja, por exemplo, como fez a candidata Amanda Carvalho Maia Castro no Enem 2015, que teve como tema a persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira:

“A violência contra a mulher no Brasil tem apresentado aumentos significativos nas últimas décadas. De acordo com o Mapa da Violência de 2012, o número de mortes por essa causa aumentou em 230% no período de 1980 a 2010.”

Outra forma de enriquecer sua introdução é citar o contexto histórico, como fez o candidato Marcus Vinícius de Oliveira, no Enem de 2017, que teve como tema desafios para a formação educacional de surdos no Brasil:

No Brasil, o início do processo de educação de surdos remonta ao Segundo Reinado. No entanto, esse ato não se configurou como inclusivo, já que se caracterizou pelo estabelecimento de um “apartheid” educacional (…)”.

É possível ainda citar um autor de referência sobre o tema. No começo deste artigo, por exemplo, eu citei um professor que aponta o tema deste texto (como começar uma redação do Enem) como um problema comum aos candidatos. Essa estratégia foi também utilizada pela candidata Marcela Sousa Araújo, no Enem 2016, que teve como tema caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil:

veja também:
Redações nota 1.000 no Enem: conheça exemplos e dicas para fazer uma

Parafraseando o sociólogo Zygmun Bauman, enquanto houver quem alimente a intolerância religiosa, haverá quem defenda a discriminação.”

Acrescentar recursos como estes em sua introdução mostra conhecimento sobre o tema e torna sua redação mais atraente para o leitor. Vale dizer que todo o conteúdo deve ser original, ou seja, você não deve copiar partes do texto usado como exemplo do tema nem do enunciado.

6. Dicas bônus

Como já falamos, tome cuidado para não se precipitar com medo de perder tempo e acabar interpretando o tema de forma errônea. Toda a estrutura que apresentamos aqui é fundamental para um texto bem desenvolvido. Mas preste atenção no tempo: gerenciá-lo é importante durante toda a prova. O ideal é que pelo menos uma hora seja reservada para a redação: desde o planejamento até passar do rascunho para a folha de respostas definitiva.

Uma boa notícia é que, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Enem 2019 terá linhas no rascunho, o que facilitará a controlar o tamanho de sua redação antes de redigir a versão definitiva.

Parte do tempo reservado para a redação deve também ser usada para revisar o texto: releia-o para garantir que o conteúdo está coerente, com a gramática e ortografia usadas corretamente.

Ao terminar o texto, analise se você de fato desenvolveu todas as ideias que se propôs a abordar na introdução. Caso contrário, provavelmente perderá pontos.

Como começar a fazer uma redação do Enem – coloque em prática as dicas aprendidas aqui

Neste texto, você conheceu mais sobre o que é avaliado em uma redação do Enem. Demos dicas também de como preparar-se para redigir sua redação. Explicamos como fazer uma introdução e demos exemplos de elementos que deixam a leitura mais atraente para o leitor. Por último, demos algumas dicas extras para sua redação ser elaborada com ainda mais qualidade, garantindo uma ótima nota.

Se você ainda não começou a se preparar para o Enem 2019, coloque já a “mão na massa”, ainda dá tempo. Espero que este conteúdo tenha sido útil para você. Caso ele tenha o ajudado, compartilhe-o em suas redes sociais!