Desenvolvimento de TCC: o que é, como escrever e fazer passo a passo

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma das partes mais temidas de uma graduação. Ele é um trabalho mais complexo e longo do que aqueles desenvolvidos nas disciplinas e que pretende englobar todos os conhecimentos adquiridos pelos alunos ao longo do curso. 

Mas se fosse para eleger uma parte do TCC que mais assusta os alunos, certamente seria o desenvolvimento. O núcleo do trabalho, o desenvolvimento é a seção que exige mais fundamentação teórica e mais habilidades com a escrita. Ele aparece depois da introdução ao tema e tem como objetivo apresentar ao leitor (ou à banca) a pesquisa científica feita pelo aluno, determinada por uma metodologia e um referencial teórico. 

Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre o que é o desenvolvimento de TCC e como elaborá-lo. 

O que é esperado de um desenvolvimento de TCC?

Miolo do trabalho, o desenvolvimento não só é a maior parte escrita de um TCC mas também a sua parte mais importante de todo o trabalho. Se as outras partes como o resumo, a introdução e a justificativa são partes que irão apresentar o trabalho à quem o lê, o desenvolvimento é o trabalho em si. 

É nele que o aluno irá descrever o seu tema com mais profundidade, analisar e discutir referências teóricas. No desenvolvimento do TCC, é esperado que o aluno consiga: articular os conhecimentos adquiridos ao longo do curso sobre a área estudada; elaborar uma pesquisa utilizando métodos e parâmetros científicos. 

Quais partes compõem o desenvolvimento de um TCC?

Apesar do desenvolvimento já ser uma fatia de todo o conjunto que compõe o TCC, ele também é composto por diversas partes. É importante lembrar que vários dos pontos do desenvolvimento podem ser tratados em outras partes do TCC, como na introdução. No entanto, no desenvolvimento estes pontos podem ser aprofundados e tratados com mais detalhes. 

Revisão da literatura

Todo TCC tem que partir de uma pesquisa preliminar sobre o tema. Quais foram os principais textos sobre o tema que você escolheu falar? Em que época eles estão inseridos? Quais são as discordâncias e as concordâncias entre os autores? Na revisão da literatura você mostra que conseguiu elaborar uma pesquisa completa sobre o tema e, a partir dela, consegue produzir uma síntese em formato textual. 

O problema

Um dos pontos mais importantes de um TCC é a clareza da descrição do problema a ser tratado. O problema é aquilo que se deseja desenvolver ou buscar uma solução através de um trabalho acadêmico. Se o problema não for bem delimitado ou não for bem descrito, pode se tornar difícil entender os outros passos da pesquisa. Por isso, seja bem específico e claro na descrição do seu problema, dessa forma os objetivos do TCC ficam claro para aquele que está lendo. 

As hipóteses

Uma vez que o problema foi apresentado, pode-se apresentar hipóteses de solução deste problema. As hipóteses têm a função de dirigir o estudo científico, pois elas apontam para o pesquisador quais passos tomar a seguir na sua pesquisa. Dessa forma, as hipóteses serão testadas ao longo do estudo. 

Metodologia de pesquisa

Toda pesquisa acadêmica deve ser realizadas seguindo procedimentos e parâmetros, a depender da área e do tema de pesquisa. Apresente em detalhes a metodologia de pesquisa, com todos os procedimentos a serem empregados e porque eles foram escolhidos. 

Pressupostos teóricos 

Utilize a pesquisa preliminar e a revisão feita anteriormente para fundamentar a interpretação que você está fazendo sobre as hipóteses apresentadas.

Apresentação e análise de dados

A partir da metodologia utilizada, como as suas hipóteses podem ser observadas? Nesta parte da pesquisa, devem ser apresentados os resultados dos dados obtidos e como eles podem ser analisados dentro dos seus objetivos de trabalho?

Dicas para escrever um bom desenvolvimento de TCC passo a passo

1. Busque por referências na sua área de pesquisa

Essa dica é importante não só para a escrita do desenvolvimento, mas de todo o seu TCC. Qualquer pesquisa acadêmica precisa lidar com um referencial teórico. Por isso, utilize a biblioteca da sua universidade para buscar literatura básica sobre o tema e utilize a internet como sua aliada: você poderá encontrar online diversas revistas e plataformas acadêmicas que disponibilizam artigos científicos para pesquisadores da área. O Google Acadêmico pode te ajudar, assim como a biblioteca Scielo, a Academia.edu, o catálogo de teses e dissertações da CAPES. Grandes universidades também possuem bibliotecas online de teses e dissertações, como a USP, UNICAMP e Mackenzie, por exemplo.  

2. Faça fichamentos das suas leituras

Para fazer um TCC é preciso ler muito. Com uma carga tão grande de leitura, pode ser difícil até mesmo organizar os pensamentos, estabelecer conexões entre os autores e conseguir elaborar mais sobre o tema. Por isso, fazer fichamentos é fundamental para organizar o seu trabalho. Após ler um texto ou capítulo, escreva um pouco sobre os principais pontos que foram tratados com as suas palavras. Se você achar interessante, inclua também citações que possam ser relevantes mais tarde para a escrita do seu TCC. Pode parecer um trabalho a mais, mas os fichamentos são uma ótima forma de treinar a sua escrita e organizar as suas ideias. Dessa forma, quando você estiver escrevendo o seu TCC, poderá utilizar o que já escreveu nos fichamentos como base para elaborar conceitos, críticas e análises. 

3. Cuidado com o uso de citações

Ao escolher as citações que você irá incluir no texto é preciso tomar alguns cuidados. Primeiro de tudo, lembre-se que existem dois tipos de citações: as diretas e as indiretas. Nas citações diretas, você interrompe o seu texto para dar voz a uma passagem de determinado autor. Já nas citações indiretas, você parafraseia o que o autor escreveu na obra original, ou seja, expressas as ideias do autor com as suas palavras. As citações são imprescindíveis na fundamentação teórica de um trabalho científico, mas é importante lembrar que elas devem ser utilizadas para esclarecer ou dar suporte a uma argumentação. Dessa forma, elas precisam estar amarradas ao seu texto, por isso, devem ser bem escolhidas e não podem ficar “soltas” na página. 

4. Não esqueça de citar as fontes!

Utilizar a citação sem apontar a autoria dela pode levar o seu trabalho a ser caracterizado como plágio. Por isso, é preciso ter muito cuidado para não esquecer de incluir as fontes de referência na hora de escrever o seu TCC. A inclusão de citações, sejam elas diretas ou indiretas, devem seguir as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). 

5. Atenção na coesão e coerência do texto

A escrita tem como objetivo passar uma mensagem de forma clara para um leitor. Para isso, a coesão e a coerência são imprescindíveis. A coesão é a responsável por estabelecer conexões entre as ideias do texto. Já a coerência é responsável por estabelecer ligações lógicas entre as ideias apresentadas. Ou seja, através de um tempo claro na sua coesão e coerência o leitor conseguirá entender as ideias que estão sendo apresentadas e o desencadeamento dessas ideias no trabalho científico. 

Depois de escrever o seu texto, retorne a ele e faça uma revisão, para ter certeza que a escrita está clara e pode ser entendida pelos professores que irão te avaliar.

Esperamos que estas dicas te ajudem a escrever um ótimo desenvolvimento de TCC! Compartilhe nossos conteúdos com seus amigos que também estão passando por essa fase.