Emprego atual: veja 12 sinais de que ele atrasa a sua vida

Todo mundo tem um dia ruim no trabalho de vez em quando. No entanto, quando percebemos que temos mais dias ruins do que bons, devemos ficar alertas. Talvez algum aspecto do trabalho esteja interferindo diretamente na nossa disposição e no nosso humor em geral. Mas será este o caso de tentar resolver alguns problemas ou de simplesmente pedir demissão?

Abaixo, listamos alguns sinais que podem te fazer pensar se realmente vale a pena continuar no seu emprego atual.

Se você se identifica com algum (ou todos) os sinais abaixo, talvez seja a hora de atualizar o seu currículo e buscar novas oportunidades profissionais.

1. Você tem dificuldades de se concentrar 

Permanecer muito tempo concentrado em uma função do trabalho é um problema para você? E quando chega em casa, se sente inquieto e perde rapidamente o interesse pelo que estava fazendo? Isso pode ser um grande sinal de que você está se sentindo infeliz e o seu emprego atual pode ser o gatilho para este sentimento.

2. Está se sentindo estressado a todo o momento

O trabalho é uma fonte de estresse que não passa quando o expediente termina nem mesmo nos seus dias de folga. Assim, você não só se sente esgotado a todo o tempo, mas fica irritado com qualquer coisa, por menor que seja.

Para lidar com o estresse contínuo, você precisa primeiro identificar qual é a causa. Se for uma situação específica dentro da empresa que você trabalha, tente resolvê-la. Mas se for todo o conjunto do seu trabalho, talvez a única forma de se sentir mais aliviado seja sair deste ambiente de uma vez por todas.

Ah, e vale lembrar que estresse a longo prazo e dificuldade de concentração são sintomas comuns e alarmantes da Síndrome de Burnout.

3. O desânimo é a palavra-chave das suas manhãs

Existem pessoas que acordam pelas manhãs cheias de energia e animação para gastar. Já outras pessoas só começam a funcionar depois de uma dose de cafeína antes de começar o trabalho. Mas uma coisa muito diferente é se sentir desanimado para levantar da cama e começar a se preparar para o trabalho.

4. O trabalho tem interferido na sua relação com amigos e família

Você sente dificuldades nos seus relacionamentos pessoais pois não consegue se desligar do trabalho. Ou simplesmente não tem tempo livre para passar com a sua família ou com os seus amigos pois está muito com excesso de trabalho para lidar. É preciso colocar todos os aspectos da nossa vida numa balança e buscar o equilíbrio para viver uma vida saudável. O desligamento do convívio com a família ou amigos pode levar as pessoas ao isolamento social e tristeza.

5. Você não tem mais nenhum tempo para cuidar de si mesmo

O trabalho é um aspecto importante da nossa vida, mas não importante o suficiente para agirmos com negligência em relação à nossa saúde e cuidado de si. Não se esqueça de que precisamos de períodos de descanso e cuidado pessoal para ter uma vida plena.

6. Você tem relações ruins com os seus colegas de trabalho

Por mais estressante que um ambiente de trabalho possa ser, ter amigos entre os seus colegas de trabalho com certeza pode trazer mais leveza para o ambiente. Mas se este não for o caso e você sentir dificuldade em se conectar às pessoas, o seu dia-a-dia certamente vai se tornar mais estressante e você pode inclusive se sentir triste e sozinho, iniciando um movimento de isolamento.

7. Você não sente interesse pelo trabalho que faz

Não existe nada mais desgastante do que trabalhar em algo que não tem nada a ver com os seus interesses pessoais ou visão de mundo. Se você não tem interesse pelo que faz no seu trabalho, dificilmente ficará plenamente satisfeito com qualquer conquista que tiver no campo profissional, independente do salário que ganhe. Além disso, é muito possível que você não consiga liberar todo o seu potencial profissional.

8. O salário é incompatível com o cargo e as tarefas que você executa

A remuneração é uma parte muito importante de um emprego. Para além de suprir as necessidades da vida de um funcionário, uma boa remuneração também pode fazê-lo se sentir recompensado pelo trabalho que fez e reconhecido pela empresa. Na contramão, um profissional mal remunerado se sentirá desvalorizado e sem incentivo algum para melhorar o seu trabalho.

Se você sente que o seu salário é incompatível com o seu cargo ou as responsabilidades que tem no seu emprego atual, tente primeiro pedir um aumento. Caso sua demanda não seja atendida, talvez seja hora de buscar novas posições no mercado de trabalho.

9. Você não tem expectativas de crescimento profissional na empresa

Você entrou no seu emprego atual pronto para aprender mais e se desenvolver profissionalmente, mas a empresa não dá nenhum sinal de que te dará espaço para crescer. O que te resta então é permanecer no seu posto dia após dia para sempre ou buscar uma nova oportunidade em uma empresa que valoriza seus funcionários.

10. Você não compartilha os valores e a cultura da empresa

Você se sente desconfortável quando pensa sobre os valores, a cultura e os rumos da empresa, pois eles simplesmente não fazem sentido para a sua filosofia de vida.

É muito difícil trabalhar em um local onde você tem que agir na contramão do que acredita, pois provoca não só um desgaste pessoal, mas também profissional.

11. Você tem um chefe ruim

Trabalhar sob o comando de um gerente ruim pode transformar o seu cotidiano no trabalho em um verdadeiro pesadelo. Assim como os valores da empresa, se o perfil do seu chefe for muito discrepante daquele que você acredita, você dificilmente se sentirá estimulada no seu trabalho.

12. Você sente que o conhecimento profissional está sendo desperdiçado

Por mais animado que estivesse quando começou a trabalhar no seu emprego atual, você sente que todo o seu potencial e conhecimento está sendo desperdiçado. Suas tarefas têm sido executadas de forma mecânica todos os dias e você sente falta de desafios e incentivos na sua carreira.

3000