Faculdade de odontologia: saiba mais sobre o curso

Para você que pretende fazer uma faculdade de odontologia, separe um tempo para pesquisar sobre o assunto, já que é um curso que exige investimento por parte do aluno, ainda na graduação.

Separamos algumas informações em nosso texto para você que está pesquisando sobre a faculdade de odontologia. Acompanhe!

O que se estuda na faculdade e como é o curso de odontologia?

O curso de Odontologia tem a duração média de 5 anos e é ofertado na modalidade de bacharelado. O objetivo de formar odontólogos é que o profissional esteja capacitado para identificar, prevenir e tratar doenças da boca, dentes, gengivas  e os ossos da face.

Como a maioria das graduações, nos primeiros semestres o foco é a teoria. Você estudará disciplinas como anatomia, biologia, bioquímica, fisiologia e histologia para ajudá-lo a entender toda a estrutura e o funcionamento do corpo humano, principalmente os estudos relacionados à face.

Posteriormente, serão introduzidas as disciplinas profissionalizantes, ou seja, aquelas disciplinas específicas do curso. Será o momento de estudar radiologia, material dentário, periodontia, odontopediatria, dentística, técnica radiográfica, entre outros.

As atividades práticas ocupam uma boa parte da carga horária do curso. São aulas em laboratórios com a oportunidade de atender pacientes reais na clínica da faculdade ou até fora dela.

Conheça as principais disciplinas que são aplicadas no curso de odontologia. Os nomes podem sofrer alterações conforme a universidade/faculdade:

  • Anatomia;
  • Bioestatística;
  • Bioética e Deontologia;
  • Biologia Celular;
  • Bioquímica;
  • Cirurgia Buco-maxilo-facial;
  • Clínica Integrada;
  • Clínica Odontológica;
  • Clínica Odontopediátrica;
  • Dentística;
  • Endodontia;
  • Escultura Dental;
  • Farmacologia;
  • Fisiologia Humana;
  • Genética;
  • Histologia e Embriologia;
  • Implantodontia;
  • Imunologia Geral;
  • Informática;
  • Materiais Dentários;
  • Microbiologia e Imunologia;
  • Oclusão;
  • Odontologia Legal;
  • Odontologia Materno Infantil;
  • Ortodôntica Preventiva;
  • Pacientes com Necessidades Especiais;
  • Parasitologia Humana;
  • Patologia Geral;
  • Periodontia;
  • Propedêutica Clínica;
  • Prótese Fixa;
  • Prótese Removível;
  • Psicologia Aplicada à Saúde;
  • Saúde Coletiva.

Para concluir o curso de graduação é obrigatório fazer o estágio supervisionado na área, além de apresentar o trabalho de conclusão de curso. Após a formação, o recém-formado deve obter um registro junto ao Conselho Regional de Odontologia ― CRO.

É importante deixar claro que o aluno do curso deverá investir em materiais e equipamentos, ainda na graduação, para que tenha um bom aproveitamento nas aulas práticas.

Qual o perfil do profissional de odontologia?

Profissional de odontologia

Como o curso de odontologia está relacionado à área da saúde, é necessário que o profissional tenha habilidades para trabalhar com grandes públicos, comprometimento com o bem-estar do próximo, gostar de cuidar dos pacientes, além de ter sensibilidade para lidar com o emocional das pessoas.

O bom odontólogo precisa ter facilidade para lidar com a tecnologia, pois é um profissional que vai trabalhar, diariamente, manuseando equipamentos. Sendo muitos deles, grandes e pesados.

Para que seu trabalho alcance o resultado esperado pelo paciente, o odontólogo precisa ser bem detalhista em seus diagnósticos, já que um dos focos da sua atividade está relacionada a estética facial.

Com o avanço da tecnologia, novas ferramentas são introduzidas no mercado, constantemente. Portanto, é importante se manter atualizado na área participando de eventos, workshops, fóruns e palestras. De quebra, ainda amplia a sua rede de contatos e faz um bom networking.

Quais as dicas para quem vai estudar odontologia?

Para aqueles que pretendem ingressar na área de odontologia, algumas dicas são relevantes para que você tire de letra o período em que estará na faculdade apenas estudando. Confira as dicas que selecionamos para você:

1. Saiba que a odontologia não é só dentes

Quem imagina que o curso é voltado apenas ao tratamento dentário, está enganado. Na faculdade, você vai aprender sobre todo o funcionamento do corpo, pois algumas doenças relacionadas ao dente estão conectadas com as outras partes do corpo. Portanto, se prepare para aprender sobre tudo.

veja também:
Quanto custa uma faculdade de direito?

2. Se dedique aos estudos

O curso de odontologia exige bastante dedicação do aluno. Portanto, você precisa se aprofundar ao máximo nas disciplinas. Faça um planejamento dos seus estudos reservando sempre um horário para se dedicar a eles.

3. Tenha calma e seja paciente

Todo aluno quando entra na faculdade fica ansioso para colocar a “mão na massa”. Mas, saiba que os primeiros semestres do curso, as disciplinas são totalmente teóricas. Portanto, tenha paciência e se mantenha calmo para aprender todas as matérias, pois elas serão importantes na hora que você for desenvolver as disciplinas práticas.

4. Goste de lidar com pessoas

Não adianta querer ser o melhor dentista se você não tem habilidades para lidar com as pessoas. Você vai trabalhar atendendo pacientes de diferentes personalidades. Alguns deles podem apresentar situações complicadas, portanto, é fundamental desenvolver habilidades para encontrar as melhores soluções para eles.

5. Saiba qual a área você quer trabalhar

Antes mesmo de entrar na faculdade, é importante que você pesquise sobre a profissão para entender quais os caminhos você pode seguir. Como é uma área que abrange várias especialidades, entender o funcionamento de cada uma, pode ajudá-lo na escolha do seu futuro profissional.

Como está o mercado de trabalho para quem faz odontologia?

Profissional de odontologia

Muitos recém-formados na área optam por fazer parceria na abertura de consultórios ou preferem empreender sozinhos. Os equipamentos essenciais são bastante caros e a concorrência é acirrada nas grandes e médias cidades.

Existe a opção em prestar concurso para trabalhar como funcionário público. Você poderá trabalhar em programas como Saúde da Família, prestando atendimento a população e no Brasil Sorridente, fazendo atendimento odontológico em unidades básicas de saúde como o Sistema Único de Saúde ― SUS.

Para aqueles que pretendem empreender abrindo seu próprio consultório ou trabalhando em clínicas e hospitais, selecionamos algumas áreas que você pode se especializar. Confira!

1. Acupuntura odontológica

Essa especialidade foi regulamentada em 2015, ou seja, é uma área nova para atuar. O profissional precisa usar o método de aplicar agulhas para tratar as dores faciais.

2. Clínica geral

Essa é a área que mais contrata recém-formados. O trabalho é restaurar e extrair dentes e implantar próteses.

3. Dentística restauradora

Para trabalhar com a dentística restauradora, o profissional deve restabelecer a forma e a função dos dentes, clarear e corrigir sua estética.

4. Endodontia

O trabalho do endodontista é tratar alterações na polpa e na raiz dos dentes.

5. Estomatologia

O estomatologista é aquele profissional que entendeu que o curso de odontologia não é somente focar nos dentes. Portanto, ele é o responsável por diagnosticar e tratar doenças da boca.

6. Homeopatia odontológica

O seu trabalho consiste em tratar pacientes com remédios homeopáticos que previnem hemorragias e atuam na cicatrização de tecidos bucais.

7. Implantodontia

Trabalhar com implantodontia é se dedicar a fazer cirurgias e próteses. É uma área em alta no mercado.

8. Odontologia do esporte

Também é uma especialidade regulamentada em 2015, onde o odontólogo deve tratar da saúde bucal de atletas a fim de promover uma melhora de seu rendimento físico.

9. Odontogeriatria

O foco desse profissional é cuidar da saúde bucal do idoso. É uma área que requer bastante atenção, já que seus pacientes precisam de cuidados especiais.

veja também:
Faculdade de cinema: saiba mais sobre o curso

10. Odontologia legal

Para atuar na área, o profissional deve se especializar na anatomia humana para fazer exame e perícia judicial e elaborar laudos técnicos, além de identificar cadáveres pela arcada dentária.

11. Odontologia para pacientes especiais

O odontólogo que for trabalhar na área precisa atender pacientes com necessidades especiais que são indivíduos em situação de risco ou que apresentam psicopatologias ou patologias físicas.

12. Odontologia em saúde coletiva

Essa área é indicada para quem pretende atuar com planos de saúde, em cooperativas e na elaboração de programas de assistência social.

13. Odontologia do trabalho

Deve atender pacientes, cuja atividade profissional, traz risco à saúde bucal.

14. Odontopediatria

Muitos recém-formados gostam de trabalhar nessa área, justamente por tratar problemas bucais e dentes de crianças.

15. Ortodontia

Esse profissional é bastante procurado, já que trata a estética das pessoas. Seu trabalho é alterar a mordedura e a posição dos dentes com aparelhos.

16. Patologia bucal

O profissional deve fazer exame laboratorial para identificar doenças.

17. Periodontia

O periodontista precisa cuidar das gengivas e dos ossos que dão sustentação aos dentes, fazendo cirurgias, raspagens e outros procedimentos no entorno dos dentes.

18. Prótese dentária

O objetivo do trabalho desse profissional é projetar e confeccionar próteses de dentes danificados ou substituir os destruídos, restabelecendo funções na mordedura e na mastigação.

19. Radiologia

Além da graduação em odontologia, o profissional precisa fazer cursos na área para diagnosticar problemas na boca, na face e nos maxilares por meio de imagens de raios-x, tomografia e prototipagem em 3D.

20. Traumatologia e cirurgia bucomaxilofacial

Essa especialização requer conhecimentos mais profundos para diagnosticar traumatismos, lesões e anomalias na boca, na face e no sistema estomatognático ― os órgãos que envolvem o sistema de mastigação, como maxilar, mandíbula e gengiva ― e fazer cirurgias, implantes, transplantes e enxertos para recuperá-los.

Onde estudar odontologia?

Quase todas as universidades públicas do país ofertam o curso de odontologia. Se você pretende ingressar em alguma faculdade/universidade privada, precisa pesquisar se ela é homologada pelo MEC.

Se tiver dificuldades no pagamento das mensalidades, pode aderir aos convênios, descontos ou financiamentos que as próprias faculdades disponibilizam. Além disso, existem os programas do governo como o ProUni e FIES que facilitam para você o pagamento da graduação.

Confira as principais universidades públicas e privadas:

Universidades Privadas

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA);
  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR);
  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL);
  • Centro Educacional Anhanguera (Anhanguera);
  • Universidade de Franca (UNIFRAN).

Universidades Públicas

  • Universidade Federal do Amazonas (UFAM);
  • Universidade Federal de Sergipe (UFS);
  • Universidade Federal do Piauí (UFPI);
  • Universidade de Brasília (UNB);
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Agora que você aprendeu mais sobre o curso e a faculdade de odontologia, é hora de se dedicar aos estudos para prestar o vestibular ou ENEM e ingressar de cabeça nessa carreira promissora.