O que é empreendedorismo?

A palavra empreendedorismo está em voga e é amplamente usada. Mas você sabe de fato o que ela significa? Você se considera um empreendedor? Quer se tornar um? Quais são os tipos de empreendedorismo? Quais as características que um bom empreendedor deve ter? Para saber as respostas para estas perguntas, acompanhe a leitura deste artigo!

A solução diante de um problema

Apesar de haver empreendedores desde que existe a sociedade, o conceito foi cunhado pelo economista austríaco Joseph Schumpeter na década de 1940. Em sua obra “Capitalismo, socialismo e democracia”, o economista descreve o empreendedorismo como uma destruição criativa, já que a nova ideia concretizada substitui velhas práticas e produtos que se tornam obsoletos.

O empreendedorismo é a arte de empreender, ou seja, a capacidade de transformar uma ideia inovadora em um negócio. É comum que o empreendedorismo aconteça diante de uma crise ou um problema. Diante deste cenário, o empreendedor identifica neste cenário uma oportunidade e a transforma em um negócio.

Diante da crise no país e dos altos índices de desemprego, novos empreendedores têm surgido. Pessoas que, diante da necessidade, tiveram criatividade e tomaram a iniciativa de investir em uma demanda existente. O empreendedor oferece algo (um serviço ou um produto) diferente do que já existe; ou até algo que já exista, mas sendo executado de forma mais eficaz.

Empreendedor versus empresário

Há quem utilize as palavras ‘empreendedor’ e ‘empresário’ como sinônimas, porém elas não significam a mesma coisa. O empreendedor materializa uma ideia inovadora, enquanto o empresário administra um negócio de forma sólida e bem-sucedida.

Um empreendedor pode também ser um empresário, mas nem todo empreendedor tem a capacidade de sustentar o negócio criado, assim como nem todo empresário tem a criatividade e iniciativa de surgir com uma proposta inovadora.

veja também:
Os 11 melhores sites de emprego e suas principais vantagens

Tipos de empreendedorismo

A área do empreendedorismo é tão abrangente e rica que é possível encontrar cursos de nível superior que capacitam profissionais para serem bons empreendedores. O empreendedorismo pode ainda ser dividido em diferentes áreas, veja a seguir.

Empreendedorismo corporativo, empreendedorismo interno ou intraempreendedorismo

Ser um empreendedor não significa sempre ser responsável pelo próprio negócio. Muitas empresas se interessam (e muito!) pelo perfil empreendedor e o estimulam dentro das organizações. Para isso, a cultura empresarial deve ser mais moderna, com estímulos como incentivo ao ownership (sentimento de dono) e de compartilhamento de ideias que sejam de fato ouvidas. Um colaborador com perfil empreendedor é capaz de pensar em soluções e inovações para os problemas da empresa, ou até ampliando o negócio.

Empreendedorismo social

O empreendedorismo social também visa o lucro, mas a ideia inovadora que gera o negócio visa também à responsabilidade social. O empreendedor social preocupa-se com uma causa e executa sua ideia sem perdê-la de vista. É comum encontrar este tipo de empreendedorismo em áreas como meio ambiente, saúde e educação. Um exemplo é a construção de tijolos com materiais como plástico ou lixo orgânico.

Empreendedorismo digital

É evidente que, diante de constante avanço tecnológico, o empreendedorismo digital venha ganhando cada vez mais espaço. Mas este tipo de empreendedorismo não precisa necessariamente estar vinculado a uma nova empresa. Ele representa o uso efetivo de recursos digitais para alavancar o negócio, como por exemplo a inclusão do e-commerce em um empreendimento já existente.

Empreendedorismo em série

Conhecido em inglês como serial entrepreneur, este perfil de empreendedor leva a vida criando novos negócios de sucesso. Podemos encontrar muitos exemplos, tanto no Brasil como fora. O apresentador Luciano Huck e Alexandre Tadeu Da Costa (dono da Cacau Show) são alguns dos nossos exemplos nacionais contemporâneos.

veja também:
15 filmes motivacionais que sua equipe precisa assistir

Características de um bom empreendedor

Para ser um empreendedor de fato, é preciso ter algumas habilidades e competências. Se você não reconhecer todas em si mesmo, não desanime. Todas podem ser estimuladas e desenvolvidas. Algumas delas são:

  • Criatividade;
  • Motivação;
  • Proatividade;
  • Autoconfiança;
  • Otimismo;
  • Persistência;
  • Resiliência.

Estas características se conectam e se complementam, formando um conjunto poderoso rumo ao sucesso idealizado pelo empreendedor.

O que é empreendedorismo

Neste artigo, você aprendeu mais sobre o que é empreendedorismo e como o conceito surgiu. Falamos também sobre a diferença entre empreendedor e empresário e apresentamos tipos diferentes de empreendedor. Para finalizar, listamos algumas das características principais para ser um empreendedor de sucesso.

Se este conteúdo foi útil para você, compartilhe-o! Continue nos acompanhando para mais conteúdos como este.