Pré-projeto de pesquisa: dicas e como fazer o seu

Muitos estudantes quando estão na universidade cursando algum ensino superior, precisam se preparar para desenvolver um pré projeto de pesquisa. Esse será o ponto principal para apresentar um bom trabalho de conclusão de curso.

Sabendo da dificuldade que muitos enfrentam para iniciar o pré-projeto, já que é o primeiro projeto de pesquisa que o aluno deverá desenvolver, apresentamos em nosso artigo algumas informações importantes para ajudá-lo em seu trabalho. Bom proveito!

O que é um pré-projeto de pesquisa?

É a descrição da estrutura de uma pesquisa científica de um trabalho de conclusão de curso válido tanto para graduação quanto para a pós-graduação. Portanto, é o documento que descreve todo o planejamento da sua pesquisa científica.

O pré-projeto é um documento que antecipa as informações que estarão em seu trabalho de conclusão de curso. Nele constarão os métodos que você vai usar e os resultados que espera encontrar. Com ele você consegue sinalizar quais são os rumos da pesquisa científica.

Qual a importância e para que serve um pré-projeto de pesquisa?

O projeto de pesquisa é importante para evitar desperdício e o retrabalho na hora de fazer o seu trabalho de conclusão de curso. Como se trata do primeiro documento que o aluno desenvolverá para uma futura pesquisa, este poderá ser testado, modificado e aperfeiçoado conforme a pesquisa for amadurecendo.

Se você não tiver um projeto ou se o seu projeto atual estiver mal feito, é certo que terá dificuldades no desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso. É necessário se dedicar para realizar um bom pré projeto de pesquisa, pois ele é usado como critério de seleção para quem vai prestar mestrado ou doutorado.

Como fazer um pré-projeto de pesquisa?

Para elaborar um bom pré-projeto, deve-se seguir um roteiro básico para organizar a estrutura do conteúdo. É importante se atentar ao tamanho ideal que deve ser de cinco páginas e a outros elementos que são fundamentais para deixar o seu projeto estruturado corretamente.

O pré-projeto é composto de três partes:

  • Elementos pré-textuais – capa, folha de rosto, resumo e palavra-chave e sumário;
  • Elementos textuais – introdução, justificativa, objetivos, metodologia e cronograma;
  • Elementos pós-textuais – referências e anexos

Para formatar o seu pré-projeto, deve-se utilizar a fonte “Times New Roman”, tamanho 14 para os títulos e subtítulos, tamanho 12 para o texto e tamanho 10 para figuras e tabelas.

Antes de estruturar o pré-projeto, é necessário escolher o tema que será desenvolvido. Logo depois, deve ser colocado a introdução, histórico, apresentar o problema, as hipóteses, os objetivos, a justificativa, metodologia, colocar o referencial teórico, o cronograma e finalizar com a bibliografia.

A seguir, descrevemos como deve ser desenvolvido cada tópico de um pré projeto de pesquisa.

1. Introdução

Na introdução, você vai fazer uma breve apresentação do tema. O estudante deve explicar porque decidiu por esse tema, como chegou a esse assunto, porque merece ser estudado, pesquisado e ser o foco central do seu projeto. Faça um contexto que tenha sentido, não deixe o tema solto no início do pré-projeto.

2. Histórico

Em um ou dois parágrafos deve ser criado um breve histórico do seu pré-projeto. Explique como iniciou historicamente o tema, como se desenvolveu durante os anos e como está atualmente. É importante mostrar a evolução ao longo do tempo.

veja também:
Como fazer um relatório: o que é, estrutura e dicas passo a passo

3. Problema

O problema é o questionamento que serve de base para formular o conteúdo do trabalho científico. O ideal é colocar esse tópico na forma de uma indagação, ou seja, a pergunta que será respondida com a realização da pesquisa. Se o seu tema não tem como se transformar em pergunta, ficará mais difícil de desenvolvê-lo.

Fique atento ao especificar o problema. A resposta a ele precisa está clara ao longo do projeto. Não adianta determinar um problema que você não conseguirá resolver. Ele também é um ponto importante para você avaliar se o seu tema está bom ou não.

4. Hipóteses

É interessante reservar um espaço para apresentar as hipóteses, ou seja, suposições que serão validadas ou desconsideradas após a realização da pesquisa. Ao estabelecer as hipóteses, você está se comprometendo com o leitor que irá testá-las durante o seu projeto. Portanto, estipule hipóteses reais para o seu tema.

5. Objetivos gerais e específicos

Defina o objetivo de estudo, ou seja, o principal alvo da investigação proposta pelo projeto. Com base nessa afirmativa, crie o objetivo geral que nada mais é que o tema precedido de um verbo no tempo infinitivo.

Os objetivos específicos são as etapas que precisam ser cumpridas para realizar o principal objetivo. Pois bem, para desenvolvê-lo, estipule um assunto em geral que será sua primeira etapa do objetivo específico.

Para a segunda etapa deve-se determinar o ponto de vista e a palavra de ligação deve ser a última etapa dos objetivos específicos.

6. Justificativa

O pré-projeto de pesquisa em graduação ou pós-graduação também exige uma justificativa que deve ter de dois a três parágrafos, num total de 12 linhas. Nesse tópico, o estudante deve destacar a relevância do tema e contextualizá-lo dentro de uma realidade específica. Responda: Por que a pesquisa é necessária? Qual será o impacto desse estudo? Levante dados e estatísticas para provar a importância do tema. Não deixe de especificar as fontes consultadas para dar mais autoridade as suas respostas.

Não existe uma fórmula certa para discorrer sobre a justificativa. Pode partir de um contexto entre necessidade e busca da solução, uma notícia, citação ou uma estória. O mais importante é mostrar que o tema é relevante para o avanço científico.

7. Metodologia

Ao chegar nesta etapa do pré-projeto, muitos estudantes ficam em dúvida sobre o que colocar. Em resumo, este espaço pede para descrever o tipo de pesquisa que será realizada, as fontes, os processos e as principais ferramentas.

A metodologia pode ser classificada quanto à finalidade, objetivos, abordagem, métodos e procedimentos. Deve ser baseado em cinco tipos de pesquisa. Nela, devem ser informadas quais são os tipos de pesquisas e os motivos pelas quais você escolheu.

Podem ser aplicados questionários com perguntas fechadas para ter uma amostra de público-alvo ou um questionário online com o Google Docs, para explicar o uso dessa ferramenta na coleta de dados.

8. Referencial teórico

O referencial teórico, também chamado de revisão de literatura, é o momento para incluir os autores e as linhas de pensamento que servirão de base para o estudo proposto. Para falar sobre o referencial teórico é preciso construir um texto e encaixar as referências de uma forma que faça sentido. Não se devem reproduzir os trechos das obras.

veja também:
Citação direta e indireta: saiba como fazer de acordo com a ABNT

Os pesquisadores iniciantes costumam sentir muita dificuldade nessa etapa. Para se tornar mais fácil, ofereça algum indicativo para que o leitor compreenda qual a visão inicial sobre a parte teórica do seu projeto. Para isso, lembre-se de incluir diferentes autores e abordagens no referencial teórico, pois assim será possível enriquecer o conteúdo da pesquisa e torná-la mais significativa.

9. Cronograma

O cronograma é um elemento pós-textual dentro do pré-projeto. Ele determina as datas e os prazos para executar as principais etapas da pesquisa, por isso garante a organização do aluno.

Você deve ter uma data de início e de entrega do pré-projeto, portanto, é importante estipular datas para desenvolvimento de cada tópico do projeto: introdução, desenvolvimento, coletas de dados para estudo de caso, qualificação, conclusão, formatação, revisão ortográfica e todos os outros.

O cronograma pode ser montado na forma de uma tabela. Mas,  não é um item obrigatório, porém pode ser de grande ajuda.

10. Referências bibliográficas

No final do pré-projeto, reserve um espaço para incluir as referências bibliográficas que foram utilizadas para escrever o planejamento. É um elemento obrigatório pós-textual e deve ser estruturado conforme norma da ABNT.

Você deve viabilizar a identificação, localização e consulta de todas as obras que forneceram conteúdos para a pesquisa.

Modelos prontos de pré-projeto de pesquisa

Algumas Universidades possuem modelos de pré-projetos prontos. Procure saber se já não existe na sua faculdade. Esse documento ajuda a elaborar uma estrutura correta e não abre margem para erros.

Listamos alguns modelos prontos de pré projeto de pesquisa para ajudá-lo no direcionamento da sua pesquisa e apresentar um documento com uma estrutura correta. Acompanhe.

Modelos de pré-projeto de TCC

Modelo de pré-projeto da UFPel

Modelo de pré-projeto do Adjetivo CETEC

Modelo de pré-projeto da Faculdade Estácio

Modelo básico de pré-projeto

Modelo de pré-projeto do  Jusbrasil

Modelo de pré-projeto da UESPI

Modelo de pré-projeto em vídeo

Modelo de pré-projeto elaborador pelo Prof. Me. Anderson Hander

Modelo e orientações gerais para elaboração de pré projeto – UNIFESP

Modelo de pré-projeto da FUCAP

Modelo de pré-projeto do Guia da Monografia

Modelos de pré-projeto para mestrado e pós-graduação

Modelo de pré-projeto para Mestrado da PUC

Modelo de pré-projeto para Mestrado do Prof. Me. Anderson

Modelo de pré-projeto para Mestreado da UNISO

Modelo de pré-projeto para Mestrado da UFSC

Modelo de pré-projeto de Pós-graduação das Faculdades Pequeno Príncipe

Modelo de pré-projeto de Pós-graduação da Unifal

Por meio de nosso artigo, explicamos o que é o pré-projeto de pesquisa e como você fazê-lo. É fundamental que você entenda a importância de desenvolver corretamente um pré projeto de pesquisa para obter êxito em seu trabalho de conclusão de curso.