Quanto custa uma faculdade de gastronomia?

O curso de gastronomia vem aumentando a sua concorrência, mas também a sua demanda nos últimos anos. Isso se deve, em grande parte, pelo destaque em programas de televisão e canais do Youtube. Contudo, a profissão não é só glamour e exige bastante profissionalismo e dedicação.

Para quem pretende exercer a gastronomia como profissão, precisa investir em uma boa faculdade e entender que a função vai muito além de preparar belos pratos, mas que envolve negociações com fornecedores, elaborar estratégias de marketing, planejar cardápios, avaliar a disponibilidade de ingredientes e conhecer os produtos a fundo. Acompanhe em nosso artigo quanto você precisará investir em uma faculdade e quais orientações serão necessárias para você ter sucesso na profissão.

Para melhor entendimento, dividimos os cursos por região e valores. Confira!

Quais as principais faculdades e quanto custa o curso de gastronomia na região Sudeste?

Região Sudeste do Brasil

Nessa região você encontrará cursos bacharelados e tecnológicos nas instituições públicas e particulares. O investimento chega a mais de R$2.000,00, mas tem para todos os bolsos. Conheça alguns deles:

Cursos com investimento abaixo de R$500,00

  • Centro Universitário do Norte Paulista (UNORP) – Tecnológico
  • Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (CEUNSP) – Tecnológico

Cursos com investimento de R$501,00 a R$1.000,00

  • Universidade Estácio de Sá (SP) – Tecnológico
  • Universidade Castelo Branco (UCB – RJ) – Tecnológico

Cursos com investimento de R$1.001,00 a R$1.500,00

  • Centro Universitário Una (MG) – Tecnológico
  • Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU – SP) – Tecnológico

Cursos com investimento de R$1.501,00 a R$2.000,00

  • IBMR Centro Universitário (RJ) – Tecnológico
  • Universidade Anhembi Morumbi (SP) – Tecnológico

Cursos com investimento acima de R$2.000,00

  • Universidade Mackenzie (SP) – Tecnológico

Cursos nas Instituições Públicas

  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ – RJ) – Bacharelado
  • Instituto Federal de Ciência Educação e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG – MG) – Tecnológico

Quais as principais faculdades e quanto custa o curso de gastronomia região Sul?

Região Sul do Brasil

Na região sul você terá acesso a cursos tecnológicos e bacharelados tanto nas públicas quanto nas particulares, mas com investimentos acima de R$500,00.

Cursos com investimento de R$500,00 a R$1.000,00

  • Centro Universitário de Maringá (UNICESUMAR – PR) – Tecnológico
  • Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI – SC) – Bacharelado

Cursos com investimento de R$1.001,00 a R$1.500,00

  • Centro Universitário Ritter dos Reis (Uniritter – RS) – Tecnológico
  • Universidade Sociedade Educacional de Santa Catarina (UNISOCIESC – SC) – Tecnológico

Cursos com investimento de R$1.501,00 a R$2.000,00

  • Centro Universitário Feevale (RS) – Tecnológico

Cursos com investimento acima de R$2.000,00

  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PR) – Tecnológico
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS – RS) – Tecnológico

Cursos nas Instituições Públicas

  • Instituto Federal de Ciência Educação e Tecnologia de Farroupilha (IFF – RS) – Tecnológico
  • Instituto Federal de Ciência Educação e Tecnologia de Farroupilha (IFSC – SC) – Tecnológico
  • Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA – RS) – Tecnológico
  • Universidade Federal de Pelotas – (UFPEL – RS) – Tecnológico

Quais as principais faculdades e quanto custa o curso de gastronomia na região Centro-Oeste?

Região Centro-Oeste do Brasil

Os cursos tecnológicos são os únicos encontrados nessa região tanto nas instituições públicas quanto nas particulares e com investimento acima de R$500,00 reais.

Cursos com investimento de R$501,00 a R$1.000,00

  • Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS – MS) – Tecnológico
  • Centro Universitário de Anápolis (UniEvangélica – GO) – Tecnológico
veja também:
Quanto custa uma faculdade de direito?

Cursos com investimento de R$1.001,00 a R$1.500,00

  • Universidade de Cuiabá (UNIC – MT) – Tecnológico

Cursos com investimento de R$1.501,00 a R$2.000,00

  • Centro Universitário Euro-Americano (UNIEURO – DF) – Tecnológico
  • Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB – DF) – Tecnológico

Cursos nas Instituições Públicas

  • Universidade Estadual de Goiás (UEG – GO) – Tecnológico

Quais as principais faculdades e quanto custa o curso de gastronomia na região Nordeste?

Região Nordeste do Brasil

A região tem um grande número de Universidades públicas que oferecem o curso de Bacharelado em Gastronomia. Nas faculdades particulares você encontrará os tecnológicos com investimento a partir de R$500,00 até R$1.500,00.

Cursos com investimento de R$500,00 a R$1.000,00

  • Faculdade de Boa Viagem (FBV/Devry – PE) – Tecnológico
  • Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU – PE) – Tecnológico

Cursos com investimento de R$1.001,00 a R$1.500,00

  • Faculdade Ruy Barbosa (Ruy Barbosa/Devry – BA) – Tecnológico
  • Faculdade Nordeste (Fanor/Devry – CE) – Tecnológico

Cursos nas Instituições Públicas

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE – CE) – Tecnológico
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA – BA) – Tecnológico
  • Universidade Federal do Ceará (UFC – CE) – Bacharelado
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE – PE) – Bacharelado
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB – PB) – Bacharelado

Quais as principais faculdades e quanto custa o curso de gastronomia região Norte?

Região Norte do Brasil

São poucos os cursos encontrados na região e todos no sistema tecnológico nas instituições particulares. Os investimentos se iniciam abaixo de R$500,00 e vão até R$1.500,00.

Cursos com investimento abaixo de R$500,00

  • Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas (CIESA – AM) – Tecnológico
  • Faculdade Metropolitana de Manaus (FAMETRO – AM) – Tecnológico

Cursos com investimento de R$501,00 a R$1.000,00

  • Faculdade Maurício de Nassau (UNINASSAU – PA) – Tecnológico

Cursos com investimento de R$1.001,00 a R$1.500,00

  • Universidade da Amazônia (UNAMA – PA) – Tecnológico

Como economizar em uma faculdade de Gastronomia?

Prato de comida

Concluir uma graduação é sonho de muita gente, mas infelizmente não são todos que conseguem entrar em uma Universidade pública e, menos ainda, aqueles que conseguem pagar uma faculdade particular.

Hoje você pode conseguir descontos diretos nas Faculdades ou por meio de sites que possuem parcerias diretas com Universidades e Faculdades. Existe a opção de estudar através dos cursos EAD, ou seja, à distância. São cursos com valores mais acessíveis e flexíveis com a carga horária.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode qualificar e facilitar a sua entrada nas Faculdades que aceitam o exame como meio de desconto. O Governo Federal, ainda mantém, dois programas que facilitam a entrada de estudantes nas Instituições particulares. São beneficiados os estudantes de baixa renda. Confira como funcionam os dois programas:

  • Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): É o programa do Ministério da Educação que facilita o pagamento da Faculdade, somente após o término, com juros baixos. É necessário atender alguns requisitos como a participação no Enem e pontuação mínima de 450 pontos, sem ter zerado a redação.
  • Programa Universidade para todos (Prouni): Criado pelo Governo Federal para beneficiar estudantes com bolsas integrais e parciais. Para ser elegível, é necessário ter participado do último Enem com o mínimo de 450 pontos sem ter zerado a redação.

Como é o curso de Gastronomia?

Além de aprender as habilidades técnicas como o manuseio de alimentos e o preparo de pratos, o curso abrange gestão, segurança alimentar, normas de higiene, processos industriais, entre outros assuntos.

veja também:
Conheça as 15 melhores faculdades de arquitetura do mundo

Na faculdade você vai estudar a história da gastronomia e como ela se consolidou como um traço cultural de uma nação ao revelar um pouco da sua identidade, microbiologia e bioquímica, princípios da nutrição, administração, gestão financeira e planejamento de cardápio.

Você poderá obter a certificação em um curso bacharelado com duração de quatro anos e tecnólogo com duração de dois anos. Existe também a opção à distância, nos chamados cursos EAD.

Como está o mercado de trabalho e onde atuar após a formação?

O mercado de gastronomia vem crescendo e hoje está bem aquecido. As oportunidades estão em diversos setores. Redes hoteleiras, refeitórios hospitalares, indústrias alimentícias, bares, restaurantes e tantos outros segmentos.

São várias as opções para atuar e construir carreira. Conheça algumas delas:

1. Chef de cozinha

Responsável por planejar e preparar cardápios de acordo com o estabelecimento em que trabalha. Fará a gestão da equipe de cozinheiros e negociação com fornecedores. São profissionais contratados por restaurante, hospitais, hotéis, bares e outras empresas.

2. Personal chef

Função em alta no momento, esse profissional será responsável pela preparação de cardápios e receitas nas residências particulares.

3. Segurança alimentar

É um agente fiscalizador das normas de segurança alimentar. Faz vistorias em cozinhas industriais e restaurantes.

4. Gestão do negócio

Faz a administração dos restaurantes e refeitórios de estabelecimentos comerciais e industriais. É o responsável pela contratação e treinamento da equipe, além de negociação com os fornecedores, gerenciamento do estoque e o controle de custos.

5. Consultoria

Realiza consultoria técnica para empresas alimentícias. Propõe mudanças para melhoria dos processos da companhia.

Qual o perfil do profissional de gastronomia?

A criatividade deve ser um dos pontos altos do profissional de gastronomia. É com ela que você vai elaborar os melhores pratos, além de ter a curiosidade aguçada para descobrir os melhores ingredientes na criação de uma bela receita.

O paladar precisa ser apurado e você não deve ter medo de experimentar. Afinal, serão várias pesquisas e testes para encontrar as melhores combinações.

Como esse profissional vai atuar com gestão de equipes, é fundamental saber trabalhar em equipe para manter um bom relacionamento interpessoal com todos e respeitar hierarquias.

Apesar de serem disciplinas estudadas durante o curso, é importante ter algum conhecimento de administração, negociação e organização financeira. A gestão, planejamento e controle de estoque, custos e pessoas farão parte da sua rotina diária.

Você percebeu quanto custa uma faculdade de Gastronomia e as possibilidades de cursá-la. Agora é hora de ser organizar e escolher aquela que estiver dentro da sua realidade. O importante é não baixar a cabeça e focar na sua formação. Agarre a oportunidade e siga em frente!