O que é SISU? Descubra como funciona e as principais características

Você está se preparando para entrar em uma universidade, mas ainda tem muitas dúvidas sobre o que é o SISU? Então, acompanhe este post para entender como funciona o processo seletivo.

O programa é um dos mais simples de fazer, já que é gratuito e o critério de seleção é a nota obtida no Enem. Portanto, veja o que é o processo, como funciona, como é a seleção, quem pode participar, entre outras informações importantes para você conquistar uma vaga em um curso superior.

O que é o SISU?

O que é Sisu

O Ministério da Educação criou uma ferramenta com o objetivo de usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio ― Enem ― para selecionar alunos que terão acesso a algumas instituições públicas de ensino superior. Este é o chamado Sistema de Seleção Unificada ― SISU.

Na verdade, o sistema acaba funcionando como um enorme vestibular a nível nacional. As universidades de todos os estados do Brasil disponibilizam suas vagas por meio do processo SISU.

Quando as instituições começam a fazer parte do sistema, elas devem informar quantas vagas estão disponibilizando para os candidatos que optarem pelo Sistema de Seleção Unificada – SISU.

A ferramenta funciona dentro de uma página da internet em que cada estudante deve efetuar a sua inscrição para concorrer às vagas de ensino superior disponibilizadas no sistema. No entanto, é necessário ter prestado o último Enem, já que o programa usa a nota desse processo.

Como funciona o SISU?

O sistema do SISU é altamente informatizado, por isso, todo o processo é feito online. No entanto, antes de prosseguir com a sua inscrição é necessário ter feito o Enem porque a ferramenta busca a pontuação desta seleção.

A inscrição para o processo do SISU é feito de forma virtual. Quem quiser participar da seleção, não há objeção quanto a idade. Como todas as universidades do país participam do processo, podem participar pessoas de qualquer região.

Quando estiver fazendo o processo de inscrição online, a pessoa precisa escolher até duas opções de cursos nas mais diversas instituições que participam do programa. Lembre-se que a primeira opção deve ser a sua prioridade.

Conforme a Lei de cotasnº 12.711/2012, uma parte das vagas disponibilizadas no SISU deve ser distribuída para aquelas pessoas que atendem aos critérios do sistema de cotas. Geralmente, 50% das vagas.

Ao participar do SISU, as universidades não deixam de realizar os seus vestibulares, já que apenas algumas vagas são disponibilizadas para o programa. Portanto, mesmo que você não alcance a média de corte do SISU, pode participar dos exames de ingresso das instituições.

Como é a seleção do SISU?

Veja como é a seleção do SISU:

  • Ao se inscrever no SISU, a pessoa precisa optar por dois cursos;
  • Na hora da inscrição, o candidato precisa ter seu número de inscrição e a senha de acesso ao Enem;
  • Enquanto não se encerrarem as inscrições do programa, as pessoas podem alterar quantas vezes quiser o local indicado;
  • Também pode ser alterado o curso escolhido, pois o que será válido é a última opção na hora do fechamento das inscrições;
  • Quando as inscrições se encerram, o sistema trabalha de forma automática para comparar as notas do Enem de todos que se candidataram às vagas ofertadas;
  • Após esse processo, o sistema faz a classificação automática começando pelas melhores pontuações do Enem;
  • Para saber se você foi classificado é preciso entender que só serão considerados aprovados aqueles que de acordo com a sua pontuação se encaixarem dentro das vagas ofertadas;
  • Quanto maior a pontuação no Enem, melhora a sua chance de ser aprovado no SISU;
  • Se a pessoa tiver uma pontuação que o aprove tanto na primeira e na segunda opção, este será classificado para a primeira que é o seu curso de preferência;
  • Após a divulgação, os aprovados serão convocados para fazer a sua matrícula;
  • Se o aprovado convocado não comparecer para efetuar a sua matrícula, perderá a vaga automaticamente e nem terá a opção de assumir a vaga da segunda opção;
  • Os aprovados somente nos cursos de segunda opção devem efetuar a sua matrícula;
  • Caso tenham interesse em participar de uma lista de espera da primeira opção, devem informar o seu desejo;
  • As pessoas que não foram selecionadas na primeira e na segunda opção podem solicitar a participação na lista de espera.
veja também:
Saiba quais são os documentos necessários para o FIES

Quem pode participar do SISU?

Prova

Alguns critérios são adotados para a participação no SISU. Confira:

  • A pessoa que for participar do SISU precisa ter feito o Enem do ano anterior;
  • A nota obtida no Enem deve ter sido maior que 0 na redação;
  • Não há restrição de renda;
  • Não há restrições de idade;
  • O processo é gratuito;
  • Cada instituição participante pode exigir uma nota mínima para ser apto a entrar nos seus cursos;
  • O candidato pode consultar a nota mínima dos cursos após efetivar a sua inscrição;
  • Os bolsistas do ProUni podem participar do SISU. Entretanto, se for selecionado terá que optar por um dos programas;
  • O candidato que já tenha sido aprovado anteriormente pode participar novamente. Apenas deve seguir os critérios dos demais.

Quais as diferenças entre SISU, Fies e Prouni?

O ProUni é destinado para as pessoas de baixa renda que almejam fazer um curso superior. As instituições participantes são todas privadas, diferente do SISU que é destinada para as universidades públicas.

Enquanto que no ProUni o aluno precisa ter estudado todo o seu ensino médio em escola pública ou como bolsista de escola privada, no SISU não há restrição quanto a esse critério. Apenas que o candidato tenha feito o Enem no ano anterior.

No ProUni o candidato precisa comprovar renda familiar para mostrar que se enquadra no critério de estudante de baixa renda. No SISU não há restrição de renda, idade, região ou qualquer outra objeção.

Para participar do Fies o aluno precisa está matriculado em alguma instituição privada que possua uma avaliação positiva junto ao MEC. No entanto, para as pessoas que desejam se inscrever no SISU, não há restrição se o indivíduo está matriculado ou não em alguma universidade.

veja também:
Estácio SIA: descubra como funciona a área do aluno

O Fies é um programa de financiamento de cursos de graduação, onde os alunos passam por um processo até quitar o valor do curso. O SISU é apenas um processo seletivo que usa a nota do Enem como classificatória.

Quais as vantagens de fazer SISU?

O SISU apresenta inúmeras vantagens para quem se inscreve no programa. Confira!

Apenas usa o Enem como critério de seleção

O critério de seleção do SISU apenas exige a nota do Enem da edição anterior. Portanto, você não precisa comprovar idade e renda para tentar uma vaga em alguma instituição do Brasil.

O processo é gratuito

Não há cobrança de nenhuma taxa para se inscrever no SISU, pois o programa é totalmente gratuito. Além disso, você tem a possibilidade de se inscrever em um curso dentro de uma instituição pública.

As melhores universidades públicas participam do processo

São mais de 130 instituições superiores de todas as partes do Brasil que participam do programa SISU. Somente fazem parte do programa as universidades reconhecidas pelo MEC e com boas notas. Portanto, você terá a chance de escolher participar das melhores instituições do país.

Pode participar do SISU por duas vezes com a mesma nota do Enem

Como o processo do SISU ocorre duas vezes por ano, você pode usar a mesma nota do Enem para participar das duas seleções.

Muitas vagas

A cada ano, novas instituições solicitam a participação no SISU. Por isso, aumentam o número de cursos e vagas. No entanto, no processo do primeiro semestre oferece um número maior de opções e vagas.

Várias opções de cursos

Como várias instituições participam do programa, você consegue encontrar cursos de bacharelado, licenciatura e até tecnológico. Além disso, cursos das mais variadas especializações estão presentes no SISU.

Se você ainda tinha dúvidas sobre o que é SISU, agora não terá mais. O processo é gratuito e o único critério de seleção é a nota do Enem. Portanto, é uma excelente oportunidade de ingressar em uma instituição pública do Brasil.