Portfólio: o que é, como fazer, dicas e exemplos

Um bom portfólio é como um cartão de visitas para conquistar novos clientes, um novo emprego e até uma vaga acadêmica ou de pesquisa. Nele, além de exibir o seu trabalho, você dá uma amostra de sua personalidade e criatividade. Isto pode não ser tão simples, pois, você tem que escolher quais trabalhos quer exibir e que tipo de impressão quer causar. Existem diversos tipos de portfólios, dependendo do segmento da empresa e do profissional.

Você quer organizar seus trabalhos para conseguir um bom emprego? Quer um bom catálogo para exibir aos seus clientes? Ou quer deixar o seu material organizado para quando surgir uma oportunidade? Neste artigo vamos mostrar o que é um portfólio, quais são os tipos, dicas, exemplos e como fazer um portfólio. Então, boa leitura!

O que é portfólio?

Portfólio é um apanhado dos melhores trabalhos de um profissional, empresa ou estudante. Mas portfólio é muito mais que um simples currículo, porque ele traz exemplos práticos do que o profissional é capaz. Ele é a maneira mais fácil das pessoas conhecerem o seu trabalho.

Tipos de portfólio

Portfólio pode ser feito em dois formatos, físico ou digital. Cada um é mais indicado para determinado fim. Veja mais sobre eles:

  • Portfólio impresso: é o modelo mais tradicional, recomendado para quem trabalha com mídias estáticas como texto e imagem. A versão impressa tem perdido espaço devido ao alto custo e a praticidade do meio digital, mas ainda é muito utilizada para produtos e mostruários;
  • Portfólio online: é o modelo mais utilizado por sua abrangência e disponibilidade de recursos, com disponibilidade de vídeo e áudio. Além de ser mais fácil de ser atualizado.

Como fazer um portfólio

Vamos começar a montar o portfólio com os passos a seguir:

  • Defina o objetivo do portfólio: o objetivo do portfólio vai guiar o desenho, a organização e as informações que ele vai conter. Como são várias categorias de portfólio, também são vários os objetivos que ele pode ter. Pode ser desde a busca de uma vaga de trabalho ou organizar e manter atualizados sua lista de projetos;
  • Foque nos principais trabalhos: caso você tenha muito material, separe os mais importantes e foque neles, mas tente variar para não parecer muito repetitivo. Seja objetivo;
  • Organize os trabalhos em ordem de importância: comece seu portfólio com os melhores projetos, depois coloque os bons, suba o nível e coloque os muito bons e finalize com um ótimo para deixar uma boa impressão. Não inclua projetos medianos;
  • Dê os devidos créditos: dar crédito as pessoas que ajudaram você a construir o material é uma ótima maneira de mostrar que você é um bom profissional e sabe trabalhar de forma colaborativa;
  • Facilite a leitura: mantenha descrições básicas, sendo breve. Evite poluir muito a página, tente deixar uma imagem maior em destaque e as outras menores ao redor;
  • Alinhamento: confie no seu bom gosto e deixe seu portfólio harmônico;
  • Capa: é uma escolha bastante pessoal, siga a mesma linha do conteúdo do portfólio, as mesmas cores e fontes.

Categorias de portfólio

Vamos listar as principais categorias de portfólio de acordo com o objetivo:

1. Portfólio empresarial

No caso de uma empresa, o material é diferente de um portfólio pessoal. O portfólio deve conter um grande resumo da organização, com informações como:

  • A história da empresa, sua missão, visão e valores;
  • Produtos e serviços oferecidos;
  • Principais clientes;
  • Equipe, incluindo um pequeno currículo dos funcionários e seus resultados;
  • Informações de contato.
veja também:
13 músicas motivacionais para inspirar sua equipe

Isso pode ser feito no próprio site institucional da empresa. Incluir um bom catálogo de produtos e serviços pode ser um verdadeiro portfólio da marca.

2. Portfólio acadêmico

Portfólio acadêmico deve mostrar suas qualificações como estudante ou pesquisador. Deve conter tudo de relevante feitos nos estudos, os melhores trabalhos, apresentações, apostilas, artigos publicados e atividades extracurriculares. Pode ser usado para mostrar seus trabalhos para conseguir uma vaga de mestrado ou doutorado.

3. Portfólio fotográfico

Um bom portfólio mostra o charme pessoal e o bom gosto do fotógrafo. Prefira fotos em alta qualidade, mesmo que elas demorem mais para carregar. Coloque legendas nas fotos para ficar claro o contexto em que foram tiradas. Separe por categorias e faça uma breve descrição delas.

Deixe claro o foco de seu trabalho, se é com eventos, moda, produtos, entre outros. Escolha o tema e deixe em destaque os trabalhos feitos nesta área.

4. Portfólio escolar

Um portfólio escolaridentifica a qualidade do ensino pela avaliação do aluno e do professor. Ele contém os trabalhos realizados pelos alunos durante um período, podendo ser o ano letivo ou todo o curso. Desta forma o aluno tem o registro de seu progresso. Deve ser criado no começo do período e sendo incrementado, como um diário. Ele deve conter:

  • Dados do aluno: nome, série, ano e nome da escola;
  • Anotações das aulas;
  • Trabalhos, provas e pesquisar;
  • Trabalhos artísticos;
  • Diário: onde o aluno pode anotar suas percepções sobre o estudo.

5. Portfólio de produtos

Portfólio de produtos deve ser como um grande catálogo, contendo os principais produtos da empresa. Caso trabalhe com diferentes tipos de produtos, agrupe por semelhança e crie categorias. Este portfólio pode ter o preço dos produtos ou não. As fotos devem ser boas e deixar o produto atrativo. Também se lembre de colocar informações sobre a empresa e dados de contato.

6. Portfólio de design

Uma forma de um profissional de design tornar seu trabalho público e atrair novos clientes. No ambiente virtual qualquer pessoa pode ver seu trabalho, onde ela estiver. O portfólio deve ser construído para refletir o trabalho e a personalidade do design. Comece com os seguintes itens:

  • Apresentação: mostre quem você e sua formação;
  • Marca: deixe sua marca à mostra, pode ser seu nome ou o logo;
  • Trabalhos: mostre seus melhores trabalhos, os mais bonitos e mais recentes;
  • Especialidade: indique qual o foco de seu trabalho, qual sua área dentro do design;
  • Categorize: uma estrutura lógica facilita a navegação, então categorize seu trabalho deixando mais organizado;
  • Processo: conte a história do processo criativo de alguns trabalhos e, desta forma, mostre como você pensa;
  • Contato: não esqueça de colocar seus contatos.

7. Portfólio de artes

Um portfólio de artes é uma ótima forma do artista mostrar suas habilidades e impressionar logo no primeiro contato. Algumas galerias ou universidades trabalham com modelos próprios, então siga as regras para não precisar modificar depois. Algumas dicas são fundamentais:

  • Menos é mais: inclua no máximo 20 trabalhos, mesmo que seu trabalho seja extenso. Aproveite o momento para analisar sua obra;
  • Tenha foco: defina a mensagem que quer passar, qual o objetivo e mostre só o que tem de significativo;
  • Apresentação: deve ter um formato agradável, pois, na arte a beleza é essencial.
veja também:
Você está participando de outro processo seletivo? Como responder na entrevista

Formas de divulgação

Se o objetivo do portfólio for buscar novos clientes, então ele precisa de uma boa divulgação. Comece divulgando em redes sociais: primeiro escolha a plataforma de acordo com o público que quer atingir e utilize publicações pagas.

Por exemplo, o Linkedin tem um perfil mais corporativo e ideal para promover um profissional. Também pode usar o Facebook para compartilhar com seus projetos com os seus amigos e eles podem indicar você para novos clientes. Crie perfis profissionais para isso. Você também pode conversar com comerciantes locais, como supermercados, escritórios e lojas.

Dicas para criar portfólios criativos

Quanto mais criativo o portfólio for, mais destaque ele terá. Pense em diferente formatos e tipografias, mas ele deve seguir a sua personalidade. Um portfólio deve ser cativante para interessar ao cliente. A apresentação deve ser feita de maneira resumida e atrativa.

O que mais conta na apresentação de um portfólio é a organização e a visibilidade. Ele também deve sempre ser renovado com novos trabalhos.

Exemplos de portfólios incríveis

Seguem exemplos de portfólios para servir de inspiração:

  • Robby Leonardi: inspirado em um videogame. Nele você avança nas fases de forma prática e natural;
  • Rubens Scarelli: com visual de história em quadrinhos;
  • Egopop: um exemplo cheio de recursos gráficos. Muito bonito e com boa navegabilidade;
  • Kevin Andrews: bem objetivo, já mostra na home o objetivo da página;
  • Bert: com uma primeira impressão impactante e poderosa. Para mais informações basta rolar a página;
  • Adhemas Batista: simples e com cores chamativas, com informações de contato em destaque como o logo da empresa. Apesar de ser um artista brasileiro, o idioma da página é em inglês, pois, o artista trabalha com cliente internacionais;
  • Marc Thomas: em detalhe o e-mail de contato e as redes sociais.

Plataformas e formatos para criação do portfólio

Caso decida por um portfólio digital deve escolher o local onde vai ficar hospedado. Listamos as ferramentas mais utilizadas para criar portfólio online:

  • Behance: ferramenta mais utilizada para criação de portfólios. Conta com design simples e intuito. Além de pertencer a Adobe, o que garante credibilidade;
  • Wix: também muito utilizada. Possui diversos templates e muitos recursos;
  • Deviantart: muito utilizada para os artistas, porque parece um quadro de arte;
  • Carbonmade: ferramenta muito eficaz, mas com algumas limitações de vídeo e imagem;
  • WordPress: conta com uma variedade de ferramentas e a possibilidade de seu conteúdo ser mais encontrado nos motores de busca;
  • Facebook: isso mesmo, até o Facebook. É só criar uma página e postar suas melhores produções.

Portfólio

Neste artigo, você aprendeu o que é, quais os tipos e como fazer um portfólio. Se achou ele útil para você, compartilhe-o com seus amigos. Para conhecer mais dicas como estas, continue nos acompanhando. Não se esqueça de registrar suas dúvidas, sugestões e comentários, aqui!