Quanto ganha um biomédico?

A biomedicina é uma das carreiras mais promissoras em virtude do avanço da tecnologia, que proporciona uma pesquisa mais efetiva para os profissionais da área. No entanto, saber o quanto ganha um biomédico é um grande diferencial para quem pretende investir nesta carreira.

Então, nesse artigo reunimos as principais informações que você precisa saber para ter sucesso na carreira de biomedicina. Acompanhe quanto ganha e qual a média salarial de um biomédico, o piso salarial da categoria, as áreas em que pode atuar e quais são as melhores universidades que ofertam o curso.

Quanto ganha um biomédico e qual a média salarial?

A carreira de biomédico está em alta no país e é ligada a área médica. Por isso, como profissional da biomedicina, ele é o responsável por diagnosticar e buscar a cura de doenças que afetam as pessoas. Portanto, seu trabalho é bastante desenvolvido na área da pesquisa.

O mercado de medicamentos e vacinas é um dos que mais contratam. Mas o mundo de pesquisas avançadas, como as células-tronco e DNA, também têm aumentando a demanda. Além disso, você poderá encontrar várias especialidades que o mercado vem absorvendo.

A média salarial da área sofre alteração conforme a função exercida e de acordo com a empresa contratante. Então, algumas especialidades podem iniciar com R$ 2.415, porém você pode chegar até R$ 7.721. Então, veja qual é a média salarial de alguns especialistas:

  • Analista de Laboratório: R$ 2.885;
  • Biologista: R$ 4.356;
  • Analista de farmacovigilância: R$ 5.425;
  • Analista de farmacovigilância Júnior: R$ 3.888;
  • Analista de farmacovigilância Pleno: R$ 5.417;
  • Analista de farmacovigilância Sênior: R$ 7.563;
  • Analista de assuntos regulatórios: R$ 5.248;
  • Analista de controle de qualidade em biomedicina: R$ 3.600;
  • Biomédico: R$ 3.390;
  • Engenheiro biomédico: R$ 7.721;
  • Biomédico Esteta: R$ 2.415;
  • Biomédico Pleno: R$ 3.294;
  • Fiscal Biomédico: R$ 6.473.

Os profissionais que atuam na área pública possuem salários atraentes e atuam em empresas públicas, hospitais e conselhos de classes. Então, agora veja a remuneração inicial em alguns órgãos públicos:

  • Conselho Regional de Biomedicina ― 1a Região: R$ 4.349;
  • Prefeitura Municipal de Quirinópolis ― GO: R$ 1.800;
  • Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo ―USP: R$ 2.600;
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro ― UFRJ: R$ 6.100;
  • Prefeitura Municipal de Belo Horizonte ― MG: R$ 5.100;
  • Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo: R$ 3.100.

Quais os benefícios do biomédico?

profissional de biomedicina

Ao atuar como biomédico, o profissional não tem direito a benefícios exclusivos, já que não há acordo dentro da categoria para isso. Portanto, é importante verificar junto a empresa contratante quais os benefícios são oferecidos aos colaboradores.

Por isso, veja com a empresa contratante se há possibilidade de negociação dos benefícios, até antes de começar a trabalhar. Mas antes porém, saiba quais são os principais benefícios que as empresas podem oferecer a você:

  • Plano de saúde e odontológico;
  • Vale-alimentação/cesta básica;
  • Vale-refeição/refeitório;
  • Vale-transporte;
  • Seguro de vida.

Qual o piso salarial do biomédico?

A profissão de biomédico não possui um piso salarial unificado dentro do Brasil. Portanto, o salário praticado pelas empresas podem sofrer alterações conforme os acordos feitos nas convenções, e acordos coletivos dos sindicatos de cada cidade. Então, confira qual o piso salarial em algumas cidades e estados:

  • São Paulo: R$ 2.000;
  • Goiás: R$ 2.225;
  • Pernambuco: R$ 2.016;
  • Maringá ― PR: R$ 2.011;
  • Rio Grande do Norte: R$ 1.800.

O Sindicato dos Biomédicos do Estado de São Paulo e o Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde, Laboratórios de Pesquisa e Análises Clínicas do Estado de São Paulo ― SINDHOSP ― confere o piso salarial no valor de R$ 1.840 para os profissionais que forem contratados por empresas com até 50 funcionários.

veja também:
Quanto ganha um engenheiro de produção?

E o valor de R$ 2.000 é direcionado para aqueles colaboradores que trabalham em empresas com mais de 51 empregados ou mais. Porém, a maioria das empresas não cumpre com esse salário.

No estado de Goiás, o Sindicato dos Biomédicos estabelece o piso salarial de R$ 1.215 para funcionários que cumprirem 24 horas semanais. E para os que cumprem uma carga horária de 36 horas semanais, o valor deve ser de R$ 1.821. Enquanto que, para a carga horária de 44 horas semanais, o salário é de R$ 2.225.

O Sindicato de Pernambuco estipula o valor do piso salarial conforme o número de profissionais de nível superior que integram a equipe dentro da empresa, ou seja, o salário não depende da formação do quadro de funcionários.

  • Nível I: piso de 1.298,00 para empresas com até 6 profissionais de nível superior;
  • Nível II: piso de R$ 1.659,00 para empresas com 7 a 9 profissionais de nível superior;
  • Nível III: piso de R$ 1.905,00 para empresas com mais de 9 profissionais de nível superior.

Como é a carreira de biomedicina?

biomédico no trabalho

A profissão de Biomédico é regulamentada pela Lei 6.684, de 03/9/79 e pelo Decreto 88.439, de 28/6/83 e, somente podem exercer a profissão, portanto, os profissionais com diploma em curso superior reconhecido pelo MEC e que tenha registro no Conselho Regional de Biomedicina.

Você pode atuar entre as 35 especialidades da área, tendo grandes chances de se colocar no mercado de trabalho. No entanto, vários profissionais procuram se especializar em diversas áreas, para garantir a possibilidade de atuação em algumas delas.

As empresas que mais contratam os biomédicos são os laboratórios de análises clínicas, as clínicas de estética, os institutos de pesquisa, hospitais e as indústrias de remédios e alimentos. E ainda, o mercado das clínicas de reprodução humana e o de pesquisa genética, que são áreas bem promissoras da biomedicina.

Então, agora veja quais são as principais especialidades em que o biomédico pode atuar:

Análise Ambiental

O profissional precisa fazer análises físico-químicas e microbiológicas para saneamento do meio ambiente, inclusive de água e esgoto.

Análises Bromatológicas

Deve estudar as propriedades dos alimentos, composição química e calórica, desde a produção, passando pela coleta e pelo transporte, de modo a garantir que não haja adulteração.

Análises Clínicas

Seu trabalho é de realizar exames clínicos em laboratórios e hospitais, assinando os respectivos laudos, para identificar agentes causadores de doenças.

Anatomia

A responsabilidade do biomédico é estudar a estrutura e a forma dos organismos.

Biofísica

Precisa investigar os processos fisiológicos dos seres vivos, utilizando conceitos da física.

Biologia Molecular

O biomédico que trabalha com a biologia molecular precisa pesquisar a estrutura e o funcionamento das moléculas de DNA e RNA, das proteínas e dos genes responsáveis pela transmissão dos caracteres hereditários, além de atuar nos processos de fertilização para reprodução animal e humana.

Bioquímica

Para trabalhar na área bioquímica, o profissional deve analisar o metabolismo dos animais e vegetais, verificando, portanto, a composição química deles.

Biotecnologia

Precisa manipular as substâncias e microrganismos para a industrialização de alimentos ou fabricação de medicamentos e cosméticos, entre outros produtos.

Citologia

O profissional da citologia precisa estudar a estrutura, a composição e as funções das células.

Diagnóstico por Imagem

Sua responsabilidade é realizar exames que possibilitem diagnóstico por imagens, utilizando, portanto, equipamentos como a ressonância magnética e a tomografia computadorizada.

veja também:
Quanto ganha um fisioterapeuta?

Docência e Pesquisa

Área destinada para os profissionais que devem orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas.

Embriologia

Deve estudar a formação dos tecidos e órgãos animais, inclusive humanos.

Farmacologia

É o responsável pelo estudo das propriedades físicas e químicas, dos efeitos bioquímicos e fisiológicos e dos usos terapêuticos dos fármacos.

Genética

O biomédico que trabalha com genética tem como responsabilidade pesquisar as leis e os processos de transmissão de caracteres hereditários. Além do papel dos genes na definição das características de um ser.

Histologia

O profissional precisa examinar tecidos e órgãos de animais e plantas.

Imunologia

Responsável por investigar o sistema de defesa do organismo humano, para a produção de vacinas e medicamentos.

Microbiologia

A área da microbiologia precisa de profissionais que estudem os microrganismos, tais como as bactérias, vírus e fungos.

Parasitologia

Deve analisar os organismos animais e vegetais que sobrevivem à custa de outros.

Patologia

O biomédico precisa estudar, diagnosticar e tratar doenças.

Psicobiologia

Para atuar como psicobiologista, o profissional deve estudar as relações entre o sistema nervoso e o comportamento humano.

Sanitarista

O profissional que atua na área sanitarista desenvolve seu trabalho nos órgãos de vigilância sanitária.

Toxicologia

Uma das áreas mais requisitadas, o profissional que atua como toxicologista precisa analisar os efeitos adversos de substâncias que possam ser tóxicas, como os cosméticos, medicamentos, veneno de insetos, entre outros.

Onde estudar biomedicina?

estudante no laboratório

Para atuar como biomédico é necessário ter formação no curso de Biomedicina que é do tipo bacharelado e tem duração, em média, de quatro anos. Para isso, portanto, você precisa escolher as instituições de ensino que são reconhecidas pelo Ministério da Educação ― MEC.

O curso de biomedicina é ofertado na maioria das universidades públicas, mas você pode ingressar também em uma faculdade privada, por meio de bolsas de estudo, convênios com empresas, descontos e financiamentos. E ainda, há a possibilidade de tentar entrar para o programa do ProUni e FIES.

Selecionamos então, as principais instituições de ensino do país que possuem o melhor conceito no curso de biomedicina. Confira quais são:

  • Universidade Federal do Pará (UFPA ― PA);
  • Universidade Estadual de São Paulo (Unesp ― SP);
  • Universidade de São Paulo (USP ― SP);
  • Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC ― GO);
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM ― MG);
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE ― PE);
  • Universidade Estadual de Londrina (UEL ― PR);
  • Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio ― RJ);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN ― RN);
  • Universidade Feevale (Feevale ― RS).

Então, agora que você já sabe quanto ganha um biomédico, é hora de se preparar para o mercado de trabalho, escolhendo a área que você pretende trabalhar e ter sucesso na profissão de biomédico.