Quanto ganha um farmacêutico?

Se você está naquele momento de decidir qual carreira você precisa seguir, é importante saber como as empresas estão contratando e qual a média salarial de alguns profissionais. Nesse artigo informamos a você quanto ganha um farmacêutico.

Como profissional da área de saúde, o farmacêutico pode trabalhar com pesquisas, produção, manipulação e seleção de medicamentos. Confira todas as informações que reunimos sobre essa carreira.

Quanto ganha um farmacêutico e qual a média salarial?

O mercado que compreende a área de saúde só vem crescendo. Para quem precisa atuar como farmacêutico, empresas como drogarias, farmácias, indústrias, centros de pesquisa, laboratórios de análises clínicas e toxicológicas, são as que mais estão contratando profissionais.

Dependendo da experiência profissional, o salário pode iniciar em R$ 3.000 e chegar até R$ 15.000 nos maiores cargos. Empresas de pequeno porte costumam pagar em torno de R$ 4.500, as de médio porte podem pagar até R$ 5.971 e as empresas de grande porte pagam mais de R$ 7.000.

Os farmacêuticos podem trabalhar em diversas empresas para complementar salário, já que a sua contratação é feita por escala de horário. Setores como administração, comércio varejista, farmacêutica, logística e informática têm oferecido as melhores oportunidades. Veja qual a média salarial de algumas funções em que o farmacêutico pode trabalhar:

  • Farmacêutico Bioquímico: R$ 3.908;
  • Farmacêutico: R$ 3.776;
  • Supervisor de Farmácia: R$ 5.248;
  • Coordenador de Laboratório: R$ 3.138;
  • Coordenador Farmacêutico: R$ 6.473;
  • Gerente de Farmácia: R$ 5.307;
  • Farmacêutico Industrial: R$ 4.777;
  • Diretor Farmacêutico: R$ 15.145;
  • Farmacologista: R$ 6.936;
  • Farmacêutico Responsável: R$ 3.848;
  • Farmacêutico Responsável Técnico: R$ 3.858;
  • Analista Farmacêutica: R$ 5.089;
  • Propagandista Farmacêutica: R$ 5.728;
  • Farmacêutico Júnior: R$ 3.797;
  • Farmacêutico Hospitalar: R$ 3.288;
  • Farmacêutico Fiscal: R$ 3.206;
  • Farmacêutico Residente: R$ 3.354;
  • Assistente Farmacêutico: R$ 2.046;
  • Farmacêutico Pleno: R$ 3.720;
  • Farmacêutico Clínico: R$ 3.555;
  • Farmacêutico Sênior: R$ 3.501;
  • Consultor Farmacêutico: R$ 5.120;
  • Farmacêutico Trainee: R$ 3.333.

Quais os benefícios do farmacêutico?

Farmacêutica em laboratório / fábrica

O Sindicato da categoria não exige que as empresas ofereçam benefícios para os farmacêuticos contratados. Por isso, pode variar conforme a empresa contratante. Ainda no processo de seleção, é importante consultar quais os benefícios oferecidos para o colaborador. Os mais comuns são os listados abaixo:

  • Plano de saúde e odontológico;
  • Vale-alimentação/cesta básica;
  • Vale-refeição/refeitório;
  • Vale-transporte;
  • Seguro de vida.

Qual o piso salarial do farmacêutico?

O farmacêutico não possui um piso salarial único estipulado para todo Brasil. Portanto, há grande variação conforme a cidade e acordos fechados entre sindicatos e empregador, já que são realizadas convenções coletivas para isso.

Um projeto de Lei PL 5359/2009 está em andamento na Câmara dos Deputados com a proposta de fixar em 10 salários mínimos o piso salarial do farmacêutico. Ainda não há um parecer e nem previsão de ser aprovado.

Conforme convenção coletiva fechada entre sindicato e empresas, o piso salarial estipulado por cada estado está relacionado abaixo. A média informada é de 36 horas trabalhadas semanalmente:

  • Acre: R$ 4.464;
  • Alagoas: R$ 3.058;
  • Amapá: R$ 1.250;
  • Amazonas: R$ 4.670 para 20 horas semanais;
  • Bahia: R$ 3.450;
  • Ceará: R$ 2.631;
  • Distrito Federal: R$ 3.868 para 34 horas semanais;
  • Espírito Santo: R$ 3.090;
  • Goiás: R$ 3.844;
  • Maranhão: R$ 2.276;
  • Mato Grosso: R$ 2.876 para 40 horas semanais;
  • Mato Grosso do Sul: R$ 2.228 para 30 horas semanais;
  • Minas Gerais: R$ 2.942 para 30 horas semanais;
  • Pará: não definido;
  • Paraíba: R$ 2.418 para 40 horas semanais;
  • Paraná: R$ 2.928;
  • Pernambuco: R$ 2.923;
  • Piauí: R$ 2.300 para 40 horas semanais;
  • Rio de Janeiro: R$ 2.684;
  • Rio Grande do Norte: R$ 2.629 para 40 horas semanais;
  • Rio Grande do Sul: R$ 3.050;
  • Rondônia: R$ 2.448;
  • Roraima: R$ 2.980;
  • Santa Catarina: R$ 2.970;
  • São Paulo: R$ 2.945;
  • Sergipe: R$ 2.741 para 40 horas semanais;
  • Tocantins: R$ 3.281 para 35 horas semanais.
veja também:
Quanto ganha um analista de sistemas?

Como é a carreira de farmacêutico?

Farmacêutico análise

Para exercer a função de farmacêutico, você precisa concluir uma graduação em uma faculdade credenciada pelo MEC e obter registro junto ao Conselho Regional de Farmácia do estado em que você for trabalhar.

O mercado está em ampla expansão e é favorável para você que quer seguir carreira na área. Com a lei dos medicamentos genéricos, a exigência de que exista um farmacêutico responsável dentro de farmácias e drogarias e a expansão das políticas de saúde pública favoreceram a contratação de farmacêuticos.

Alguns ramos de pesquisa como o de medicamentos biotecnológicos sofrem com a carência de profissionais da área. Além disso, a produção de remédios homeopáticos tem crescido bastante.

O setor farmacêutico tem uma das mais altas taxas de ocupação e um número pequeno de profissionais desempregados, pois a maioria está inserida no mercado de trabalho, uma vez que o setor é o que mais têm gerado postos de trabalho nos últimos anos. Veja as áreas em que o farmacêutico pode atuar.

1. Setor de alimentos

Nessa área o profissional precisa analisar a ação de determinadas substâncias no organismo humano e controlar a qualidade dos alimentos.

2. Setor de análises clínicas e toxicológicas

O farmacêutico deve analisar material biológico para detectar doenças causadas por agentes infecciosos ou intoxicação.

3. Setor de atendimento farmacêutico

Deve orientar pacientes em drogarias, laboratórios e indústrias farmacêuticas.

4. Setores dentro da área ambiental

Para trabalhar na área, o farmacêutico precisa controlar a qualidade da água, do solo e do ar em determinadas regiões.

5. Setor de biologia molecular

O trabalho do farmacêutico é fazer análises laboratoriais envolvendo técnicas de biologia molecular. É uma técnica bastante usada em exames como o de paternidade.

6. Setor de bioquímica clínica

O profissional da área deve analisar exames para verificar as alterações do organismo que podem ser detectados por testes laboratoriais.

7. Setor de Cosmetologia

Como farmacêutico você precisará formular cosmético e produtos de higiene em indústrias e farmácias de manipulação. Deve atuar também no controle de qualidade desses produtos.

8. Setor de farmácia clínica

Na área de farmácia clínica, o profissional precisa acompanhar pacientes submetidos a tratamentos longos, além de assessorar médicos e enfermeiros.

9. Setor de farmacovigilância

Precisa analisar medicamentos e cosméticos para saber se cumprem o que é prometido ao consumidor.

10. Setor de gestão farmacêutica

Deve comandar um departamento na indústria farmacêutica, administrando custos, projetos e pessoal.

11. Setor de pesquisa de medicamentos

Essa é uma das áreas mais especializadas para quem trabalha como farmacêutica, pois ele precisa pesquisar e testar princípios ativos e novas drogas na indústria farmacêutica.

veja também:
Quanto ganha um jornalista?

12. Setor de pesquisa clínica

O trabalho do farmacêutico é fazer a observação clínica de pacientes que recebem medicamentos novos no mercado.

13. Setor de vendas de medicamentos

Conforme a exigência de um farmacêutico por drogaria, é o setor com o maior número de vagas no mercado. O profissional precisa saber comercializar medicamentos em drogarias ou diretamente para hospitais e postos de saúde. Seu trabalho também é o de preparar remédios personalizados, conforme prescrição médica.

14. Setor da vigilância sanitária

Quem for trabalhar na vigilância sanitária precisa analisar e controlar medicamentos, insumos para laboratórios ou alimentos.

Quais os concursos públicos para farmacêuticos?

O concurso público na área não é muito frequente e paga salário conforme a média do mercado. As oportunidades estão nas prefeituras, principalmente aquelas que ficam no interior do país. Mas, alguns órgãos federais pagam muito bem como os listados abaixo:

  • Força Aérea Brasileira (FAB): R$ 7.200;
  • Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina: R$ 2.836;
  • Prefeitura de Saldanha Marinho (RS): R$ 2.467;
  • Prefeitura de Pratânia (SP): R$ 1.816;
  • Prefeitura de Recreio (MG): R$ 1.804.

Onde estudar farmácia?

Várias faculdades/universidades ofertam o curso de farmácia. Como toda graduação da área da saúde, a concorrência é acirrada. Para ter acesso, é necessário se dedicar para prestar o ENEM.

Aqueles que buscarem oportunidade nas instituições privadas, a maioria delas facilita a sua matrícula por meio de descontos, convênios, bolsas parciais e integrais e financiamentos com juros baixos.

Ademais, você pode dar entrada nos programas do governo como ProUni e FIES. Confira as principais universidades/faculdades em que você pode estudar o curso de farmácia.

  • Universidade de Brasília (UnB ― DF);
  • Universidade Federal de Goiás (UFG ― GO);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG ― MG);
  • Universidade Federal do Pará (UFPA ― PA);
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB ― PB);
  • Universidade Estadual de Londrina (UEL ― PR);
  • Universidade Estadual de Maringá (UEM ― PR);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS ― RS);
  • Universidade de Santa Catarina (UFSC ― SC);
  • Universidade Estadual Paulista (Unesp ― SP);
  • Universidade de São Paulo (USP ― SP).

Sabendo quanta ganha um farmacêutico fica mais fácil para você tentar escolher a melhor área para trabalhar, já que o mercado é muito amplo. Aproveite as informações do nosso post para decidir o melhor caminho para a sua carreira.