Texto dissertativo: o que você precisa saber para construir um

Quando ainda estamos na escola, é muito comum falarmos (ou ouvirmos de nossos colegas): “para que eu vou usar isso na vida?”. Pois é, saiba que a prática da escrita é uma habilidade muito importante para a vida toda, mesmo que desvalorizada por alguns quando ainda no período escolar. Saber escrever um texto dissertativo será muito importante em sua vida acadêmica e profissional. Se você quer saber mais sobre esta modalidade de escrita e receber dicas para aprimorar suas habilidades na redação, acompanhe a leitura deste texto.

Características do texto dissertativo

A dissertação é um texto onde o ponto de vista do autor será apresentado. Mas não basta simplesmente expor suas ideias partindo “do nada”: é preciso algum conhecimento sobre o tema, conhecimento que será tomado como base para a produção textual.

Além da bagagem de informação, um elemento fundamental para a produção de um texto dissertativo é o planejamento. Mais adiante, falaremos com maiores detalhes sobre estes dois pontos.

A dissertação é um modelo de escrita amplamente usado nos relatórios de estágio, Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) da graduação e pós-graduação (especializações, mestrados e doutorados). No caso do TCC, as produções são mais extensas, mas a produção de textos dissertativos é muito solicitada em entrevistas de emprego, vestibulares e no Enem, por exemplo.

Um texto dissertativo deve ser dividido em três grandes blocos: a introdução, o desenvolvimento e a conclusão.

A seguir, apresentaremos dois subtipos de textos dissertativos, e depois daremos dicas detalhadas de como construir seu texto dissertativo.

Texto dissertativo expositivo

No texto dissertativo expositivo, o autor expressa informações sobre o assunto a partir de um conceito. Esta modalidade de escrita está presente em artigos jornalísticos, por exemplo. Ela é basicamente uma apresentação de fatos, que podem ser mencionados através de dados, citações ou referências. Este tipo de escrita requer certa neutralidade do autor.

Tema de texto dissertativo argumentativo

O texto dissertativo argumentativo é mais comum nas redações, seja de vestibular ou de emprego. Nele, o autor comprova ou refuta uma teoria a partir de evidências (relatos de testemunhas, indícios e dados, raciocínios).

Este modelo de escrita é também muito usado em pesquisas científicas. A produção textual pode ser objetiva (mostrar seus argumentos com base em dados concretos, como números e indicadores) ou subjetiva (expor argumentos a partir de informações impalpáveis, que não podem ser medidas e quantificadas).

O texto dissertativo argumentativo é o modelo solicitado nas redações para o Enem. Para montar um plano de texto dissertativo-argumentativo, os elementos presentes devem ser:

  1. Contexto;
  2. Posicionamento;
  3. Desenvolvimento da argumentação;
  4. Conclusão.

Para saber mais sobre como desenvolver cada um destes passos, confira a seguir.

veja também:
Google Acadêmico: como utilizar e encontrar artigos científicos

Como começar um texto dissertativo?

Você já percebeu o quando começar uma redação parece ser o mais difícil? É porque a construção de um texto é como a construção de uma casa: primeiro, é preciso criar uma base, um alicerce, que leva tempo e dá trabalho. Mas com esta estrutura bem feita, a construção do texto (assim como a da casa) irá fluir muito mais fácil e rapidamente.

Se você não tem o hábito ou não sabe como se preparar para construir um texto, vamos explicar como fazê-lo.

O primeiro passo é ter clareza do que está sendo pedido. Leia o enunciado várias vezes, e se houver trechos de textos usados como exemplos, leia-os atentamente.

Em seguida, faça um brainstorming. Essa técnica de “tempestade de ideias” consiste em passar para um papel, palavras-chave de todas as ideias que surgirem na cabeça a respeito do tema, sem filtro. A partir desta lista, você irá selecionar quais itens entrarão em sua redação.

Leve em consideração quem é o interlocutor. Quem é o público deste texto? Este elemento é fundamental. Por exemplo, você não conta uma notícia da mesma forma para um familiar, um amigo ou um colega de trabalho, não é mesmo? Conhecer o interlocutor ajudará a definir o grau de formalidade com o qual o texto precisa ser escrito.

Agora que você já tem estes elementos de base, considere o tamanho da redação. Se ela tiver que ter de 20 a 30 linhas, talvez você consiga fazer um texto de, no máximo 4 parágrafos. Assim, se o tema for abrangente, tenha em mente que seu texto será apenas um recorte dele, já que não haverá espaço para se aprofundar no tema como um todo.

Os parágrafos deverão ser divididos conforme a estrutura que falamos lá no início, de introdução, desenvolvimento e conclusão:

1. Introdução

A introdução é onde o autor vai apresentar o que irá dizer e o porquê ela é uma breve apresentação do que será tratado no texto, de forma a atrair o interesse do leitor de seguir a leitura. Algumas estratégias usadas são: apresentar um fato histórico; apresentar um indicador, contextualizando o interlocutor; fazendo uma análise crítica sobre um tema da atualidade. Se você conseguir espaço e informações para misturar estas estratégias no primeiro parágrafo, é possível também. A ideia é concluir o primeiro parágrafo convidando o interlocutor para um debate ou uma reflexão.

2. Desenvolvimento

O próximo parágrafo (ou próximos) será dedicado ao desenvolvimento do tema proposto. Com base em seu conhecimento prévio sobre o assunto, você irá desenvolver a ideia no parágrafo. Se o texto for argumentativo, é possível apresentar seu ponto de vista embasado em fatos ou citações apresentados neste parágrafo para ir ao encontro de sua ideia.

veja também:
Conheça os principais tipos de pesquisas científicas para trabalhos acadêmicos

Havendo espaço para mais um parágrafo, é possível acrescentar outro argumento. Cada parágrafo deve se propor a discorrer sobre um tema que seja concluído ao seu final.

3. Conclusão

Na conclusão é possível encerrar propondo o que pode ser feito a respeito do tema. Algumas pessoas usam o espaço para resumir o que já foi dito, mas não é necessário. O importante é não fugir do assunto e da linha de raciocínio proposta.

Sugere-se que, apenas após elaborar todo o texto, seja construído o título. Pense em um título que resuma o que será abordado no texto e que seja convidativo para a leitura.

Como criar bons textos dissertativos?

Além de seguir os passos mencionados até agora, há algumas dicas que valem a médio e longo prazo para desenvolver suas habilidades com a dissertação.

Manter-se bem informado sobre os temas da atualidade é uma forma de sempre ter bagagem para embasar o conteúdo de seus textos.

Preservar o hábito da leitura também é fundamental. Ela o mantém atualizado sobre o uso da língua portuguesa e aumenta seu vocabulário, melhorando a qualidade com a qual seus textos serão redigidos.

Outra dica é praticar. O clichê “a prática leva à perfeição” é totalmente verdadeiro em relação à escrita. Quanto mais praticar, melhor será seu desempenho.

E não se esqueça de revisar o que foi escrito. Releia com calma para garantir que as ideias não estão desconexas ou que não há erros no uso da língua portuguesa.

Seguindo estas dicas, você com certeza irá “arrasar” em suas dissertações!

Construindo um texto dissertativo

Aqui, você aprendeu várias dicas sobre como desenvolver um bom texto dissertativo. Espero que este conteúdo tenha sido útil para você. Caso ele tenha ajudado, compartilhe-o em suas redes sociais! Para mais dicas, continue em nossa página e acompanhe-nos para novidades. Até a próxima e sucesso!