Saiba como explicar a saída do último emprego na entrevista

Por que você deixou o seu último trabalho? Esta é uma pergunta comum em entrevistas de emprego, mas pode ser difícil de responder. Ao realizar uma entrevista de trabalho, é importante estar pronto para responder uma série de questões sobre a sua carreira. É assim que os entrevistadores conseguem traçar o seu perfil profissional. E, dessa forma, entender se você é o melhor candidato para ocupar aquela vaga. E por isso, é necessário saber mais sobre o seu histórico profissional.

Em uma entrevista, a preparação elimina parte do nervosismo em fazer uma entrevista. Como consequência você tem um desempenho melhor e mais chances de ser contratado. Por outro lado, mostra que você reflete sobre a própria carreira e a sua história profissional. Que você toma o controle da própria narrativa sem se deixar abalar.

Talvez tenha você decidiu sair do trabalho devido a prazos impossíveis de serem cumpridos. Ou talvez por conta de um chefe com comportamento tóxico. Ou por se sentir pouco valorizado pela empresa. Por não ver perspectiva de crescimento profissional. Talvez, tenha sido dispensado diante de um corte de verbas.

É preciso atenção para formular uma explicação com cuidado. Pois, como em todas as outras perguntas em uma entrevista, a sua resposta será importante para a avaliação do recrutador. Neste post, vamos falar sobre o impacto da resposta à esta pergunta em uma entrevista. E quais as melhores maneiras de formular a sua explicação.

Confira!

Porque os entrevistadores fazem essa pergunta?

Entender os motivos pelos quais um candidato deixou o seu último emprego é muito relevante para um recrutador. De acordo com a sua resposta, o recrutador poderá retirar diversas informações e avaliar se você tem o perfil que a empresa está procurando.

Portanto, ao realizar esta pergunta abrangente, o recrutador está buscando responder perguntas mais específicas, como:

  • Você teve um bom motivo para deixar o seu emprego? A partir do motivo apresentado, o entrevistador pode adicionar essa informação no seu perfil psicológico. Assim, ele poderá entender se você é responsável e leal na sua vida profissional.
  • Você foi demitido ou saiu voluntariamente? Caso você tenha sido dispensado pela empresa, o recrutador irá tentar identificar se o motivo da dispensa foi desempenho ou integridade no trabalho. Caso tenha deixado o trabalho voluntariamente, é importante aprofundar os motivos.
  • Como ficou o seu relacionamento com a empresa? Se você ainda mantém contato com o seu antigo gerente, poderá demonstrar que foi um bom funcionário. Isso se potencializa quando o seu antigo gerente está na sua lista de referências. Além disso, mostra que consegue construir bons relacionamentos profissionais.
  • Quais são os seus valores profissionais? Como já apontamos acima, os motivos que justificam a saída de um emprego dizem muito sobre um profissional. No caso de ter deixado o seu trabalho voluntariamente, foi por buscar novas oportunidades de crescimento? Ou por não se sentir valorizado na empresa?

Como explicar a saída do último emprego

Independente do motivo pelo qual você tenha saído do seu último emprego, mantenha uma resposta curta e positiva. Apesar de ser uma pergunta impactante, lembre-se de que esta é só uma pergunta entre várias. Tente não se alongar muito na resposta. Dessa maneira, o entrevistador terá mais tempo de fazer outras perguntas e entender o seu perfil como profissional.

Por isso, evite entrar em grandes detalhes. Esta não é a hora de fazer um desabafo sobre o seu antigo emprego! Uma boa explicação pode ser dada em uma ou duas frases bem construídas. Não há necessidade de se alongar.

Mantenha uma postura profissional e evite criticar o seu antigo chefe, colegas de trabalho ou políticas da empresa. Dentro de uma área, é comum que os profissionais de empresas diferentes se conheçam. Por isso, não faça comentários pessoais. Prefira fazer comentários positivos sobre o que você aprendeu no período em que esteve na empresa.

E, acima de tudo, seja honesto. Claro que o motivo pelo qual você deixou o seu emprego pode ser um fator importante para o entrevistador. Mas é a maneira como você formula a sua explicação que tem o maior impacto sobre ele. Além disso, é possível que o entrevistador entre em contato com o seu ex-empregador para pedir referências e averiguar o seu histórico profissional. Pegar uma mentira na entrevista te classifica como um profissional não-confiável.

Abaixo, separamos algumas razões pelas quais você deixou o seu emprego e a melhor forma de explicar o porque. Cada situação é única, portanto, certifique-se de adequar sua resposta às suas circunstâncias!

Caso você tenha saído voluntariamente

Existem muitos bons motivos para deixar um emprego. Mas alguns deles não devem mencionados em uma entrevista de emprego. Destaque as razões positivas pelos quais você está buscando uma nova posição no mercado de trabalho. Se puder, evite falar sobre as negativas ou que você está saindo de uma experiência ruim.

Por exemplo, a empresa que você trabalha não oferecia um salário compatível com o seu cargo. Ou o seu chefe tinha um comportamento tóxico que tornou o trabalho insustentável. Ou não houve possibilidade de crescimento profissional na empresa.

Há também as causas que não estão relacionadas ao trabalho. A vida pessoal também pode ser o motivo de uma saída voluntária do emprego. Seja para se dedicar à família, aos estudos ou ao desenvolvimento pessoal.

Em suma,  o cargo a que você se candidatou é uma nova oportunidade para a sua carreira. Ele poderá te proporcionar um novo ambiente, novos relacionamentos e um passo adiante no desenvolvimento da sua carreira. É claro que você não precisa evitar completamente o assunto. Mas o foco de toda a sua entrevista deve estar na expectativa de um novo trabalho.

Confira alguns exemplos:

Eu trabalhei nessa empresa por vários anos e aprendi muito, mas me sinto pronto para uma mudança.

Recentemente, finalizei uma especialização e desejo aplicar os conhecimentos e habilidades que adquiri na formação na minha carreira profissional. Infelizmente, não tive a oportunidade de fazer isso no meu emprego anterior.

O cargo aberto nesta empresa parece estar de acordo com as minhas habilidades e conhecimentos profissionais. Infelizmente, em meu último emprego, não fui capaz de usar minha experiência plenamente.

Se você foi demitido

Se você foi demitido do seu último emprego, é importante manter suas respostas o mais positivas possível. Uma demissão pode vir por diferentes motivos, seja por performance ou porque os objetivos da empresa mudaram.

Demissão por desempenho

Em problemas relacionado ao desempenho, mencione as circunstâncias que levaram a isso. Mas evite colocar a culpa nos outros. Uma demissão por desempenho pode estar relacionada à uma nova gestão, a cortes no orçamento, à mudanças de estratégia.

Depois de algumas mudanças na gestão, ficou claro que o novo diretor de departamento tinha novas expectativas para a equipe. E que elas realmente não combinavam com meus pontos fortes.

Demissão por cortes de pessoal

Quando o motivo não está relacionado ao desempenho, responda de forma breve e enfatize as suas realizações no trabalho. Assim, não culpe o seu empregador anterior ou a si mesmo pelo que aconteceu. Dê uma resposta que mostre que você aprendeu com esta experiência e está pronto para uma nova oportunidade.

E saiba que a maioria dos entrevistadores não irá julgar negativamente um candidato que passou por um corte de pessoal.

Confira um exemplo:

Infelizmente, a empresa em que trabalhava foi adquiria por outra corporação e passou por uma reformulação e, com isso, tiveram que eliminar alguns cargos. Tenho muito orgulho do trabalho que fiz lá, recebi excelentes avaliações de desempenho e meu ex-gerente é uma das minhas referências mais fortes.

Demissão por justa causa

Se você for demitido por justa causa, explique a situação de forma clara e breve. Por ser um motivo mais delicado, muitas pessoas tendem a mentir quando precisam justificar uma demissão por justa causa. Mas, ao fazer uma explicação honesta sobre o que aconteceu, você mostra que assume responsabilidade pelos seus atos. Dessa forma, deixa claro para o entrevistador que você identificou o problema e que irá repeti-lo no seu próximo emprego. O objetivo é garantir ao entrevistador que foi um incidente isolado e que você não seria uma contratação arriscada.

Por isso, faça uma reflexão sobre o que aconteceu e qual experiência você pode tirar da situação. Como ela contribui para o seu desenvolvimento como um profissional sério e responsável.

Mas se você ainda está empregado…

Outra situação que precisa ser discutida é no caso do candidato que está empregado enquanto realiza uma entrevista para outra empresa. É uma situação parecida com as pessoas que saem voluntariamente o trabalho. Trata-se de um profissional que está buscando uma nova oportunidade de trabalho.

Frequentemente, isso ocorre devido ao descontentamento com o emprego atual. Independente do motivo, as mesmas dicas que demos para quem saiu voluntariamente do trabalho servem para esta situação.

Confira um exemplo:

Para ser honesto, eu não estava pensando em mudar de emprego, mas um ex-colega recomendou este trabalho para mim. Eu pesquisei o cargo e fiquei muito interessado na função e na empresa. O que vocês estão oferecendo parece uma ótima oportunidade e que combina perfeitamente com as minhas qualificações.

Esperamos ter te ajudado a formular a sua resposta e se sentir mais preparado para suas entrevistas de emprego! Continue acompanhando nossos conteúdos para mais dicas sobre carreira e boa sorte!