Fui demitido, e agora? veja dicas para seguir em frente

Você sabe o que fazer quando for demitido? Muitas pessoas não querem nem pensar no assunto, mas é importante entender como funciona o processo de demissão. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para você saber como lidar com a situação.

O que fazer quando for demitido

Ninguém está preparado para ficar desempregado, ainda mais com a crise que o país está passando. Mas quando isso acontecer, a cabeça precisa estar no lugar para não entrar em desespero. Confira algumas dicas para saber o que fazer nesta situação.

1. Mantenha a calma

Fica desempregado é um estado provisório que você pode mudar rapidamente. Portanto, o mais indicado nesse momento é manter a calma para organizar as ideias e encontrar as melhores alternativas para lidar com a situação.

2. Peça para cumprir o aviso prévio

Ao cumprir corretamente o aviso prévio o trabalhador consegue mostrar para a empresa a sua maturidade e profissionalismo. Dessa forma, a sua reputação ficará positiva, permitindo que a empresa passe boas referências sobre o seu trabalho.

3. Comunique à família

O momento da demissão pode ser doloroso, por isso é importante ter o apoio da família. Assim sendo, comunique a família sobre o ocorrido e peça o apoio de todos no corte de gastos e na procura de um novo trabalho.

4. Conheça seus direitos

Saiba quais são os seus direitos no processo de demissão para exigir do empregador no momento do desligamento e para ter um fôlego financeiro enquanto não encontra um novo trabalho. Para isso, se mantenha firme nas suas colocações, sem perder a diplomacia.

5. Avalie seu desempenho

Nem todas as empresas informam o motivo da demissão, deixando o trabalhador confuso com a situação. Nesse momento, procure avaliar seu desempenho na empresa, veja o que fez de errado ou o que deixou de fazer para saber como proceder no próximo trabalho.

veja também:
Estresse no trabalho: como identificar e se livrar deste malefício

6. Faça um planejamento das suas despesas

Assim como você pode encontrar um novo trabalho a qualquer momento, pode ser que isso demore a acontecer. Nesse caso, você precisa se preparar com as despesas, cortando gastos desnecessários e fazendo alguns serviços extras.

7. Permaneça saudável

Não é porque ficou desempregado que você deve descuidar da aparência e da saúde. Na verdade, você precisa estar bem para encontrar um novo trabalho. Portanto, cuide do corpo, da alimentação e mantenha o foco.

8. Atualize seu currículo

Depois do susto é hora de rever e atualizar o currículo. Para isso, veja como os profissionais estão se apresentando no mercado, insira informações novas e cadastre seu currículo em sites especializados.

9. Procure sua rede de contatos

Algumas empresas preferem contratar por meio de indicação. Sendo assim, não se acanhe em procurar a sua rede de contatos para informar que está disponível no mercado e peça o contato do setor de recursos humanos das empresas em que eles trabalham.

10. Participe de seleções

Esteja preparado para distribuir seus currículos e participar de processos seletivos. O momento vai exigir de você muita dedicação, empenho e paciência. Portanto, saiba receber um não para alcançar o tão almejado sim.

Quais os principais direitos de quem é demitido?

Muitos profissionais não sabem ao certo quais os seus direitos quando são demitidos. No entanto, é preciso entender se a demissão foi por justa causa ou sem justa causa, já que os processos são diferentes.

Demissão sem justa causa com aviso prévio trabalhado

  • O trabalhador tem direito ao aviso prévio trabalhado com redução de jornada de trabalho;
  • Anotação da CTPS;
  • Saldo de salário;
  • Férias vencidas (se tiver) acrescidas de ⅓ em determinados casos;
  • Férias proporcionais;
  • Multa de 40% sobre o saldo do FGTS
  • 13º proporcional;
  • Liberação das guias do seguro desemprego.
veja também:
Por que deixou seu último emprego? Veja como responder na entrevista

Demissão sem justa causa com aviso prévio indenizado

  • O trabalhador tem direito ao aviso prévio indenizado;
  • Anotação da CTPS;
  • Saldo de salário;
  • Férias vencidas (se tiver) acrescidas de ⅓ em determinados casos;
  • Férias proporcionais;
  • Horas extras em determinados casos;
  • Multa de 40% sobre o saldo do FGTS
  • 13º proporcional;
  • Liberação das guias do seguro desemprego.

Demissão por justa causa

  • O trabalhador só terá direito ao saldo de salário;
  • Férias vencidas (se tiver) acrescidas de ⅓ em determinados casos;
  • Não pode sacar o dinheiro que consta na conta do FGTS;
  • Não tem direito ao seguro desemprego;
  • Não existe aviso prévio.

No momento atual ninguém quer ser pego de surpresa com uma demissão. Entretanto, é preciso estar preparado caso isso aconteça. O mais importante é se manter equilibrado para correr atrás de um novo trabalho.

Depois de conferir este post com as principais informações sobre o que fazer depois de ser demitido, você saberá lidar muito bem com a situação. Portanto, conheça seus direitos e erga a cabeça para seguir a sua vida.