Carta de motivação: o que é, exemplos e como fazer a sua

A carta de motivação é pré-requisito para algumas situações profissionais e acadêmicas. Em alguns casos, ela é solicitada para se candidatar a uma vaga de emprego, mas ela é necessária especialmente para vagas de pós-graduações ou intercâmbios. Se você precisa fazer uma carta de motivação, mas não sabe nem por onde começar, acompanhe a leitura deste artigo e aprenda tudo o que precisa saber sobre o assunto!

O que é uma carta de motivação?

A carta de motivação, também chamada de carta de intenção ou carta de apresentação, é uma dissertação na qual o autor apresenta mais sobre si: seu caráter, personalidade, habilidades, planos para o futuro e o porquê de desejar assumir aquela vaga.

Ela pode ser usada como um diferencial para que o recrutador ou comissão avaliadora conheça melhor cada candidato, para além da objetividade do currículo.

A carta de motivação deve ser coesa, objetiva (no sentido que não deve ser um livro sobre sua vida), bem escrita e persuasiva. Além disso, a carta de motivação deve ser personalizada para seu destino, e por isso o candidato jamais deve utilizar a mesma carta para diferentes propósitos, muito menos copiar modelos prontos da internet. Este, inclusive, é critério eliminatório por motivo de plágio, em alguns casos (como mostrarei adiante).

Onde a carta de motivação pode ser solicitada

É comum que a carta de motivação seja um pré-requisito para inserção em programas de pós-graduação, como mestrado e doutorado, mas ela pode ser solicitada para candidatos a vagas de graduação e estágio.

Para experiências no exterior, ela também é quase sempre requisitada. Algumas universidades em outros países avaliam seus candidatos através da application, na qual a carta de motivação é elemento fundamental. Por isso, ao se candidatar para intercâmbio, a carta de motivação em inglês ou em outra língua será necessária.

Já a carta de motivação para emprego é mais chamada de carta de apresentação, e você pode acompanhar um artigo completo onde detalhamos sobre este assunto aqui.

Qual o conteúdo de uma carta de motivação?

Uma carta de motivação deve ser redigida como uma dissertação. Ela deve conter o objetivo do candidato, a relevância daquele curso em sua vida profissional, quais são os seus pontos fortes (sempre relacionando com a vaga, é claro) e porque a vaga deve ser sua, dentre tantos candidatos.

Porém, para chegar nestes itens, é importante preparar-se antes de iniciar sua carta. Para isso, estude muito bem as orientações para a candidatura. Algumas instituições deixam muito claro o que esperam que seja apresentado na carta de motivação, inclusive qual o tamanho mínimo e máximo que ela deve ter. Por isso, atente-se a estas informações.

Além disso, informe-se muito bem sobre a instituição. Se for uma universidade, por exemplo, estude sobre sua história, seus marcos, o perfil do curso, o que esperam do candidato, etc. Vale a pena também conversar com pessoas que estejam cursando ou já cursaram a formação que você busca naquela instituição de ensino.

Puxar este background vai ajudá-lo a encaixar as peças do seu perfil com a demanda da instituição, mostrando porque você tem o que eles esperam.

Com o conteúdo em mente, faça um brainstorming com os pontos principais que deseja incluir em sua carta. Só depois, comece sua redação. Depois de concluído seu trabalho, assine-o. Para carta de motivação enviada por e-mail, acrescente a assinatura digital.

O que não fazer em uma carta de motivação

É importante atentar-se também a o que não fazer em uma carta de motivação de universidade, emprego, intercâmbio, etc.:

Não use citações

A carta de motivação é o momento para apresentar o candidato, e não outros autores. Por isso, fuja de citações, que poderão parecer que você está “enchendo linguiça”.

Não use tradutor online

Para vaga no exterior, é evidente que sua carta precisará ser feita na língua local. Além do mais, não saber a língua já é, em muitos casos, critério eliminatório para a vaga. Usar o tradutor é deixar claro o desconhecimento na língua; por isso, exercite seu conhecimento e peça para alguém revisar para você, apenas para conferir que não haja erros.

Erros da língua

Falando em erros, eles podem ter um forte peso para eliminar o candidato, seja em uma língua estrangeira ou em português. Ao terminar sua carta, leia-a com calma e verifique se não há erros de ortografia, gramática ou de digitação. Para garantir, peça para alguém também revisar.

veja também:
Como se comportar em uma entrevista de emprego?

Não repita as informações do currículo

A ideia da carta não é transformar seu currículo em uma dissertação Seu currículo já será enviado junto à carta de motivação, por isso, cite apenas as informações que servirem de gancho para descrever com mais detalhes algum dado que não apareça nele. A carta é a oportunidade de mostrar quem você é, muito além de o que você fez até agora, aproveite-a.

Não deixe a carta grande demais

Se não houver especificação do tamanho que a carta deva ter, cuidado para não escrever um livro sobre sua vida. O ideal é que a carta não ultrapasse o tamanho de uma página. Lembre-se de que o leitor estará avaliando cartas de diversos candidatos, e ler uma carta extensa pode levá-lo a perder o interesse na sua.

Carta de motivação ABNT

Se não houver orientação sobre a formatação da carta de motivação, uma boa pedida é utilizar as normas ABNT, que possuem padrão internacional. Por isso, na dúvida, prefira fonte Arial ou Times New Roman, tamanho 12.

Carta de motivação – exemplos para se inspirar

Como já dissemos, algumas instituições já orientam sobre o que esperam que o candidato escreva. Este é o caso da carta de motivação da USP, por exemplo. Cada curso tem suas normas, por isso, aqui há um exemplo de uma carta de motivação de doutorado no Instituto de Matemática e Ciências da Computação, e outro do curso de simulação diplomática.

Já a carta de motivação FGV se tornou uma exigência para candidatos ao vestibular para o curso de Administração há aproximadamente dois anos. No manual do candidato, a FGV esclarece que a carta de motivação contenha sua trajetória, disciplinas de interesse, qual o trabalho que deseja executar com esta formação e qual o impacto social que sua atuação terá.

Eles ainda definem a formatação como fonte Times tamanho 12, espaçamento simples entre linhas, margem normal e tamanho total de no mínimo 30 e no máximo 100 linhas. Além disso, a carta de motivação do candidato da FGV passará por avaliação de plágio, que é critério eliminatório da avaliação.

Veja agora dois exemplos de cartas de motivação em dois contextos diferentes: um para vaga em curso de extensão em universidade no Brasil, e outro para pleitear bolsa de estudos em intercâmbio. No segundo caso, a carta de motivação deve ser enviada em inglês.

1. Carta de motivação pós-graduação

À Escola de Extensão da Universidade de CampinasFCM/Unicamp

Eu, Mariana Gonçalves, graduada em Psicologia pela Universidade Nove de Julho em 2011, especializada em Psicologia Hospitalar pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em 2013, apresento a seguir porque desejo fazer parte do curso de especialização universitária “Teoria e Prática em Psicoterapia Breve Psicanalítica e Pronto Atendimento Psicológico”.

Sou graduada há cinco anos e venho buscando aprimorar meu conhecimento para melhorar minha atuação profissional desde então. Minha pós-graduação no Hospital das Clínicas foi de grande construção profissional, pois pude desenvolver a prática sob a orientação de grandes profissionais com os quais estudei. Após conclusão, iniciei a prática clínica, onde me mantive buscando leituras e supervisão para aprimorar meu olhar e complementar meu aprendizado. Posteriormente, entrei para a Secretaria de Assistência Social na cidade de Bragança Paulista, porém desejo ser transferida à Secretaria de Saúde, área na qual tenho maior afinidade e sempre busquei mais conhecimento. Em setembro de 2014, entrei para a Secretaria de Saúde do mesmo município através de processo seletivo e, desde então, venho atuando no Núcleo de Apoio à Saúde da Família.

Desejo, através deste curso, aprofundar meu conhecimento na área em que atuo, podendo, assim, ofertar atendimentos de maior qualidade aos usuários dos serviços públicos, fugindo da elitização das psicoterapias, ainda tão presente em nossa sociedade. Muitas das demandas que surgem nos postos de saúde nos quais atendo tratam-se de queixas pontuais, e a melhor abordagem teórica para tais casos é da psicoterapia breve. Além disso, realizo reuniões mensais com o psiquiatra e o médico da unidade de saúde para discussões de casos mais complexos através do matriciamento. Devido a sermos a porta de entrada do SUS e estarmos localizados dentro do território da população, casos de emergência não são raros, que aparecem por demanda espontânea ou até mesmo por indicação de um dos profissionais da unidade, como o agente de saúde.

veja também:
21 perguntas para se fazer em uma entrevista de emprego

A psicanálise, desde a graduação, foi minha linha teórica de maior afinidade, e é com a qual trabalho. Creio que através da psicoterapia breve psicanalítica, será mais possível trabalhá-la dentro do serviço público, que demanda ações mais pontuais e com começo, meio e fim.

Aprecio a área acadêmica desde a graduação. Havia iniciado projeto de mestrado no Hospital das Clínicas quando fui chamada para o concurso de Bragança, porém a mudança impossibilitou a continuidade. Ainda tenho intenção de me inserir na área de ensino e pesquisa, e espero que consiga a inserção neste curso para me aproximar de meu objetivo.

Diante do exposto, justifico minhas intenções em realizar tal curso, do qual tenho certeza que tirarei o melhor proveito possível.

Bragança Paulista, 26 de janeiro de 2017.

_______________________

Mariana Gonçalves

psicóloga

CRP 06/11793

2. Carta de motivação intercâmbio

À Latin American Institute of BusinessEntendo que a disputa por esta vaga de bolsa integral é acirrada, mas acredito ter potencial para conquistá-la da mesma forma que já enfrentei outros desafios em minha vida acadêmica. Apesar de ter estudado a vida toda no Ensino Público, que é precário aqui no Brasil quando comparado à rede privada, consegui alcançar o desafio de ser aprovado no vestibular em uma das faculdades públicas mais disputadas do país – a Universidade de São Paulo (USP).

Minha mãe, que nos criou sozinha, foi um exemplo de persistência. Ela sempre trabalhou fora e, mesmo com as dificuldades financeiras, se esforçou para que eu passasse pelo curso de inglês. Diante desta oportunidade, me dediquei e me destaquei entre um dos melhores da sala durante todo o curso. Além disso, a inspiração e persistência da minha mãe me permitiu alcançar a fluência na língua inglesa.

Creio que alguns dos principais ingredientes para o sucesso ao administrar qualquer empreendimento (e também nossa própria vida) é persistir e buscar diferentes caminhos, mesmo que haja desafios durante o trajeto, com foco no objetivo. A bolsa para o curso de Management na Universidade de Ohio é um caminho que me permite alcançar o sonho de ter uma experiência no exterior, conhecendo outra cultura e aprendendo com professores de referência. Desejo crescer com esta experiência e ser um profissional diferenciado na área na qual estou me formando.

Espero profundamente que me seja dada a oportunidade de buscar a excelência em mais este desafio em minha vida, um no qual estou absolutamente disposto e motivado a encarar.

Agradeço profundamente a oportunidade dada até aqui e fico à disposição.

São Paulo, 19 de abril de 2019.

_____________________________________

Maurício Barbosa

Lembre-se que a leitura destes exemplos deve servir apenas para melhor compreensão do que é a carta de motivação. A cópia, além de não transmitir sua personalidade, pode ser motivo de eliminação do candidato. Além disso, lembre-se que, para cada candidatura, a carta de motivação deve ser reescrita, adequando ao perfil da vaga e expectativas da instituição.

Carta de motivação

Neste artigo, você aprendeu mais sobre o que é carta de motivação, onde ela pode ser solicitada, o que ela deve conter e ainda conheceu alguns exemplos. Espero que agora você já se sinta apto a fazer a sua.

Espero que este conteúdo tenha sido útil para você. Para mais artigos sobre carreira vida acadêmica e profissional, continue em nossa página. Trazemos novidades constantemente para manter nossos leitores bem informados. Até a próxima e sucesso!